Tamanho do texto

Relembre escândalos sexuais que mancharam a carreira de famosos

Amados e seguidos por onde vão, os famosos já estão acostumados a ser vigiados a cada passo dado. Praticamente tudo que eles fazem vira notícia, o que significa que as coisas boas ganham mais destaque, mas as coisas ruins ficam ainda maiores. E, nessa lógica, os escândalos sexuais protagonizados por celebridades podem arruinar suas carreiras.

Leia também: José Mayer e celebridades envolvidas em casos de assédio ou abuso sexual

Alexandre Borges se envolveu em um escândalo sexual com travestis no ano passado; ator se defendeu dizendo que nada aconteceu
Divulgação/TV Globo
Alexandre Borges se envolveu em um escândalo sexual com travestis no ano passado; ator se defendeu dizendo que nada aconteceu

Na lista abaixo, o iG reúne 20 escândalos sexuais que marcaram a carreira de celebridades nacionais e internacionais, entre atores, diretores e até atletas. Veja tudo abaixo:

Alexandre Borges

Em setembro de 2016, Alexandre Borges se envolveu em uma polêmica após um vídeo seu ter sido divulgado nas redes sociais. Nas imagens, o ator aparecia com uma travesti sentada em seu colo. Ele ainda estava com uma substância parecida com cocaína. Depois da polêmica, o artista se defendeu. "Foi um encontro casual com três pessoas depois de uma festa. Não existiu nenhum tipo de relação sexual, orgia e consumo de cocaína com as pessoas envolvidas", garantiu.

Daniela Cicarelli

Em 2006, Daniela Cicarelli foi filmada enquanto supostamente transava com seu namorado Renato Malzoni Filho em uma praia de Cádiz, na Espanha. Depois da divulgação do vídeo, a modelo entrou com uma ação na Justiça brasileira pedindo para que as imagens fossem removidas do YouTube. Ela ganhou o processo e fez com que a plataforma de vídeos do Google ficasse fora do ar por alguns dias.

Ronaldo

Em 2008, o ex-marido de Cicarelli também se envolveu em um escândalo sexual. Ronaldo foi alvo de polêmica após se envolver com três travestis e ter sido acusado de não pagar pelo programa de uma delas. Toda a confusão acabou na delegacia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Depois do episódio, o ex-jogador foi ao "Fantástico" dar explicações. "Eu fiz uma grande besteira na minha vida pessoal. Todos nós estamos sujeitos a errar. Eu cometi o grande erro de buscar esse programa", disse. "Eu sou um ser humano, tenho minhas fraquezas, tenho meus medos, tenho tudo que uma pessoa normal tem", afirmou.

Kim Kardashian

Em 2007, a socialite Kim Kardashian teve um vídeo íntimo divulgado na internet. As imagens foram gravadas em 2003 e mostravam a americana transando com seu então namorado, Ray J. Na época, ela processou a empresa Vivid Entertainment, que divulgou o vídeo, mas retirou o processo anos depois. Para muita gente, o vazamento do vídeo foi uma jogada de marketing: depois do episódio, Kim se tornou uma das pessoas mais conhecidas do show business e ganhou seu próprio reality show, o "Keeping Up with the Kardashains, que retrata a vida dela e de sua família. Em 2014, ela se casou com rapper Kanye West, com quem tem dois filhos: North, de 3 anos, e Saint, de 1 ano.

Wired 📷 Mert & Marcus

Uma publicação compartilhada por Kim Kardashian West (@kimkardashian) em

Tiger Woods

De toda a lista, Tiger Woods talvez seja a celebridade mais prejudicada por um escândalo sexual. Considerado um dos maiores golfistas de todos os tempos, o atleta perdeu boa parte de seus patrocínios depois de uma série de escândalos. Tudo começou em 2009, quando sua então esposa Elin Nordgren descobriu que o golfista teve casos extraconjugais. Um deles teria sido com uma garçonete de 24 anos, que contou à revista  US Weekly ter passado mais de dois anos com Woods. Durante todo o furacão, o atleta foi acusado de ser viciado em sexo, perdeu uma série de contratos de patrocínio e teve que se afastar do golfe profissional.

John Travolta

Em 2012, John Travolta foi acusado de abuso sexual e agressão. O autor do processo permaneceu anônimo, mas recebeu o apoio de uma outra pessoa, que acusou o ator das mesmas coisas. Meses depois, ambas as acusações foram retiradas. Dois anos depois, em 2012, Travolta voltou a ser centro de um escândalo sexual após um dos pilotos de sua companhia aérea, a Alto, ter dito que teve um relacionamento com o artista. O caso teria acontecido nos anos 1980, mas foi negado pelo ator.

Leia também: Dez boatos que gostaríamos que fosse verdade

Liberace

Em 1976, o pianista contratou Scott Thorson, que na época tinha 17 anos, para ser seu acompanhante. Trabalhando juntos, os dois acabaram se apaixonando e começaram a namorar. Porém, em 1982, Thorson entrou na Justiça contra o artista e pediu uma indenização de US$ 113 milhões após o fim do relacionamento. A questão foi resolvida em 1986 e eles se reconciliaram no mesmo ano, pouco antes da morte do pianista, em 1987. A história de Thorson e Liberace foi contada no drama "Behind The Candelabra", que foi exibido pela HBO e teve Matt Damon como Thorson e Michael Douglas como o pianista.

Susana Vieira

Susana Vieira se envolveu em um escândalo com o ex-namorado Marcelo Silva
Divulgação
Susana Vieira se envolveu em um escândalo com o ex-namorado Marcelo Silva

Em 2008, a atriz global se envolveu em um polêmica com seu ex-namorado, o policia Marcelo Silva. A relação entre os dois sempre foi conturbada, mas chegou ao ponto mais crítico quando ela descobriu que estava sendo traída pelo namorado. As coisas ficaram tão insustentáveis que o soldado foi expulso de casa. A pulada de cerca de Marcelo foi revelada pela própria amante dele, Fernanda Cunha. Algum tempo depois de toda a situação, o policial foi encontrado morto, vítima de uma overdose.

Luma de Oliveira

Luma de Oliveira se envolveu em um escândalo sexual sem estar de fato envolvida em um. Tudo aconteceu em 2005, quando o jornal britânico The Independent  usou uma foto da modelo para ilustrar uma matéria sobre uma denúncia envolvendo políticos e executivos da Volkswagen e prostitutas brasileiras. A musa, que não tinha nada a ver com a história, aparece em uma foto de página inteira, mas em momento algum era citada no texto. Depois da situação, Luma afirmou que iria processar o jornal.

Chiquinho Scarpa

Em 1999, Chiquinho Scarpa se envolveu em uma polêmica com sua ex-esposa, Carola de Oliveira. Após o casamento entre os dois chegar ao fim, Carola foi à imprensa para dizer que o conde era bissexual. Ela chegou a afirmar que pegou o ex-marido com um homem na cama. Chiquinho não quis comentar as acusações e declarou na época que uma acusação que ele considerava infundada não mancharia sua reputação.

Charlie Chaplin

Considerado um dos maiores artistas de todos os tempos, Charlie Chaplin tinha um gosto peculiar por garotas jovens. Um livro lançado por Peter Ackroyd em 2014 revela que o ator dormiu com mais de 2.000 mulheres, enquanto sua ex-esposa, Lita Grey, afirmou que foi seduzida pelo artista quando tinha apenas 15 anos e teve de cumprir ordens sexuais que ela considerava revoltantes.

Pamela Anderson

Em 1998, foi a vez de Pamela Anderson ter um vídeo íntimo divulgado na internet. As imagens mostravam ela e seu então marido, Tommy Lee, baterista do Motley Crue, transando na lua de mel. O Internet Entertainment Group passou a disponibilizar o vídeo para seus assinantes, o que aumentou absurdamente o tráfico no site. Depois, a atriz de "Baywatch" teve outro vídeo vazado, desta vez com o músico Brett Daniels, do Poison. A segunda filmagem nunca foi divulgada na íntegra, mas teve frames publicados na revista  Penthouse .

Michael Jackson

As suspeitas de que Michael Jackson tinha relações sexuais com crianças rondavam a carreira do cantor desde os anos 1990, principalmente por que ele mantinha amizade com jovens, como o ator Macaulay Culkin, e tinha um parque de diversões em casa. Em 2005, o rei do pop foi acusado de molestar uma criança e o imbróglio foi parar no tribunal. Ele foi considerado inocente, mas após sua morte, em 2009, mais acusações apareceram, entretanto nenhuma delas foi comprovada. Mesmo assim, a imagem do cantor ficou manchada para sempre.

Roman Polanski

Em 1977, o cineasta Roman Polanski foi preso em Los Angeles, nos Estados Unidos, acusado de estuprar uma garota de 13 anos. O diretor teria abusado sexualmente da moça durante uma sessão de fotos para a revista  Vogue , da França. Ele foi acusado de ter dopado a modelo com um remédio e estuprado-a. O cineasta fugiu dos Estados Unidos e foi preso novamente em 2009, na Suíça, após pedido das autoridades americanas. Ele foi solto em 2010 e está livre desde então.

Leia também: Nada de sexo: veja as celebridades que já assumiram abstinência sexual

Charlie Sheen

Charlie Sheen admitiu que já gastou US$ 50 mil com prostitutas nos anos 1990
Reprodução/NBC
Charlie Sheen admitiu que já gastou US$ 50 mil com prostitutas nos anos 1990

Antes de estrelar a série "Two and a Half Men", Charlie Sheen era conhecido em Hollywood por contratar prostitutas para suas festinhas. Quando a cafetina Heidi Fleiss foi presa, em 1990, o ator teve que testemunhar no tribunal e admitiu ser cliente dela, revelando ter gasto mais de US$ 50 mil com as garotas agenciadas por Fleiss num período de dois anos. Décadas depois, o ator ainda admitiu que era soropositivo.

David Letterman

Em 2009, David Letterman usou seu "Late Show" para admitir que havia traído sua esposa com uma funcionária. "Eu sinto muito. Sinto muito pela minha esposa, que foi bastante feriada pela minha conduta", disse o apresentador na TV americana. Ele ainda revelou que estava sendo extorquido e cobrado em US$ 2 milhões para que a história nunca fosse divulgada.

Kristen Stewart

Em 2014, o romance entre Kristen Stewart e Robert Pattinson teve um fim trágico. A estrela de "Crepúsculo" foi flagrada aos beijos com o cineasta Rupert Sanders, com quem estava trabalhando na época. As fotos dos dois se beijando causaram o fim do relacionamento entre Kristen e Robert. Algum tempo depois, a atriz pediu desculpas públicas ao ex-namorado, e eles chegaram a reatar o romance, mas a volta não durou muito tempo.

Woody Allen

Em 1992, Woody Allen protagonizou um dos casos mais polêmicos da cultura pop. O cineasta começou um romance proibido com Soon-Yi Previn, uma de suas filhas adotadas com a ex-esposa, Mia Farrow. O caso foi descoberto quando a atriz descobriu que o diretor estava tirando fotos da filha adotiva nua. Depois da história ficar pública, Allen se defendeu dizendo que aquilo era o que o seu coração queria. Em 1997, os dois se casaram e estão juntos até hoje, com duas fihas adotivas.

Leia também: Canção do prazer: dez músicas que falam sobre sexo de forma desavergonhada

Arnold Schwarzenegger

Em 2011, o astro de "O Exterminador do Futuro" e ex-governador da Califórnia se viu em um grande escândalo. Ele admitiu ter traído sua então esposa, Maria Shriver, com a empregada da casa deles. Além disso, o ator teve um filho no caso fora do casamento. A traição causou o fim do casamento entre o astro de Hollywood e a herdeira da família Kennedy. Depois do caso ter se tornado público, Arnold Schwarzenegger admitiu que a traição foi a coisa mais estúpida que ele já fez toda sua vida.

Hugh Grant

Hugh Grant foi preso com uma prostituta e foi a um programa de TV pedir desculpas para a ex-esposa
Divulgação
Hugh Grant foi preso com uma prostituta e foi a um programa de TV pedir desculpas para a ex-esposa

Em 1995, o ator Hugh Grant foi preso em Los Angeles com uma prostituta, acusado de atentado violento ao pudor. Na época, o artista era casado com Liz Hurley. Ele foi liberado da cadeia após pagar uma fiança. Em entrevista a Jay Leno no "The Tonight Show", Grant afirmou que tinha feito uma coisa muito ruim, falando em relação à detenção. "Eu fiz uma coisa abominável e a Liz tem sido ótima comigo. Ao contrário do que eu tenho lido na imprensa, ela tem me ajudado muito, e nós vamos tentar fazer as coisas darem certo", disse na entrevista. Ao contrário de outros escândalos sexuais, o caso de Hugh Grant não manchou a carreira do ator, mas seu relacionamento com Liz Hurley acabou em 2000.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.