The Boys teve cenas picantes, bizarras e violentas
Reprodução/ Instagram/ Amazon Prime Video - 07/07/2022
The Boys teve cenas picantes, bizarras e violentas

Série de sucesso do Amazon Prime Video, “The Boys” conta a história de super-heróis com caráter duvidoso: são criminosos, mentirosos e se aproveitam do poder que têm. O último episódio da terceira temporada será liberado na sexta-feira (8) e o elenco esteve no Brasil para falar da produção. 

Em conversa com o iG Gente, eles contaram os bastidores de cenas polêmicas, bizarras e violentas. Uma delas está no episódio chamado “Herogasm”, um dos mais esperados da terceira temporada. Isso porque na HQ, que inspirou a série, há uma grande orgia entre os heróis. Curiosamente, para Jack Quaid (Hughie), estar na cena do "Herogasm" (que é traduzido como "Supersuruba") sem roupas, não foi esquisito, mas “interessante”.

“Você entra lá esperando ver uma orgia e você, realmente, vê uma. Mas posso dizer que todos os atores que estavam no set são os mais profissionais que já trabalhei em toda a minha vida”, conta o ator. Vale lembrar que Hughie aparece em outras cenas pelado, já que o poder de teletransporte que ganha não teletransporta as roupas, apenas o corpo. 


O intérprete do mocinho ainda relata que se sentiu “calmo e confortável” pelo profissionalismo nos bastidores. Além disso, ele ressalta, aos risos: “Estar nu em uma sala com várias pessoas sem roupas não parecia uma coisa tão estranha”. 


No entanto, o artista pontua que a cena é mais que pornográfica e bizarra: “Nela, tem momentos importantes para a série, como os confrontos de Soldier Boy (Jensen Ackles), Billy Butcher (Karl Urban) e Homelander (Antony Star). Também tem as brigas de Hughie com Annie/Starlight (Erin Moriarty) e com o Trem-Bala (Jessie T. Usher). O episódio que todo mundo pensou que seria o mais louco de todos, na verdade, foi muito emocionante”, avalia. 

E por este motivo, Erick Kriple, autor de “The Boys”, decidiu colocá-lo na série. “O motivo de trazer essa cena é porque ela traz esses confrontos emocionantes. Ninguém pensa que teria esse tipo de coisa em uma orgia. A verdade é que resolvemos fazer porque precisávamos de um evento que juntasse todos os personagens em um só lugar”, explica ele.


Cenas de luta 


Não tem como falar de “The Boys” sem falar das cenas violentas da série. As lutas entre os personagens não são como as dos filmes de super-heróis, são brigas violentas, extremamente sangrentas e brutais, com direito até a cabeça explodindo. Para os atores, realizar tais cenas foi algo dolorido, técnico, mas surpreendentemente divertido. 

“Pode parecer doentio o que vou dizer, mas é muito divertido, além de ser algo muito técnico”, disse Claudia Doumit (Victoria Neuman). A personagem da atriz, que consegue explodir cabeças com um olhar, esteve em uma cena sangrenta e violenta, em que enfrentava o amigo Tony. 


“Nós tivemos 6 semanas de preparação para minha cena, então não via hora de chegar lá e brigar”, contou a atriz. Nathan Mitchel (Black Noir) concorda com a colega de elenco, mas ressalta: “É muito divertido porque temos uma equipe muito boa e profissional. É interessante ver os personagens nesse estado de confronto”. 

Jack, no entanto, revela que teve uma dificuldade em realizar as cenas de luta de Hugh. “Para mim era difícil lutar sempre colocando minhas pernas em posições estratégicas”, brinca o ator. Ele explica que tinha que se preocupar em cobrir os órgãos genitais, já que o personagem dele entra em brigas quando usa o poder de teletransporte, que o deixa pelado. 

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Karen Fukuhara (Kimiko) também teve dificuldades com as cenas violentas. A  personagem dela é uma das que mais conta com cenas de luta na série. A atriz, então, explica que ensaiou muito as coreografias de luta, mas, uma, em especial, a deixou com dores no corpo. 

“A cena de luta mais difícil de fazer foi com a Nina, porque a Kimiko nunca tinha lutado sem poderes. Ela sempre era quem batia e dessa vez ela apanhou muito. Fiquei até com dor no pescoço de tomar os socos cenográficos. Também foi uma cena com muito sangue, mas, ao mesmo tempo, muito importante para a personagem. Foi uma virada de chave”, detalha a atriz. Ela faz referência para a epifania que Kimiko teve ao perceber precisar dos poderes para salvar quem amava. 

E tal percepção atinge outros atores também. Claudia Doumit diz que as cenas de brigas são mais que ação: elas mostram a personalidade dos personagens. “A gente sabe como nosso personagem vai se comportar em uma conversa, mas é interessante ver como ele vai agir em uma briga”, finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários