Grammy é adiado pelo segundo ano consecutivo
Marcelo de Assis
Grammy é adiado pelo segundo ano consecutivo

Pelo segundo ano consecutivo, a cerimônia de premiação do Grammy foi adiada por conta da pandemia de Covid-19.

A 64ª edição da maior festa da música americana estava marcada para o dia 31 de janeiro, em Los Angeles. Num comunicado divulgado esta quarta-feira, dia 5, a Recording Academy, responsável pelo Grammy, e a rede CBS, que transmite a premiação, afirmaram que o avanço da Ômicron levou a um número muito alto de casos nos EUA. A nova data da cerimônia ainda será divulgada.

"A saúde e a segurança da comunidade musical, a audiência ao vivo e as centenas de pessoas que trabalham incansavelmente para produzir nosso show são a nossa prioridade máxima", diz o comunicado.

Em 2021, a cerimônia de entrega do Grammy foi adiada em seis semanas por conta do avanço da variante Delta - e antes que as vacinas estivessem disponíveis em larga escala.

Leia Também

A lista de nomeados ao Grammy 2002 é liderada pelo compositor Jon Batiste, que tem 11 indicações, incluindo a álbum e gravação do ano. Entre os artistas com maior número de indicações estão ainda Olivia Rodrigo, Justin Bieber, Billie Eilish e Doja Cat.

Embora inicialmente programado para 31 de janeiro, o Grammy ainda não tinha anunciado os nomes dos artistas que se paresentarão durante a premiação.

Em novembro, a Recording Academy mudou a regra das indicações, subindo de oito para dez o número de nomeados nas categorias álbum, gravação e canção do ano, além de artistas revelação. Depois do anúncio dos indicados, o rapper Drake, nomeado duas vezes, retirou seu nome da competição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários