O Festival de Cannes divulgou nesta quarta-feira (3) sua seleção oficial de 56 filmes para este ano, mesmo diante do cancelamento do evento por conta da pandemia do novo coronavírus . Os longas foram escolhidos entre 2.067 inscritos.

Divulgação/Carlos Eduardo Carvalho
"Casa de Antiguidades"


Leia também: De Cannes a Coachela, como ficam grandes eventos com a pandemia?

Entre os selecionados, destaque para "The French Dispatch", nova empreitada do diretor americano Wes Anderson. Também estão lá "Da 5 bloods", de Spike Lee; "Eté 85", de François Ozon; e "Ammonite" de Francis Lee, entre muitos outros.

A boa surpresa, para os brasileiros, é a escolha de " Casa de antiguidades ", estreia de João Paulo Miranda na direção de um longa-metragem. Protagonizado por Antonio Pitanga, o filme conta a história de Cristovam, um homem simples que muda do interior para a cidade grande em busca de melhores condições de vida e de trabalho. Ana Flávia Cavalcanti, Sam Louwyck, Aline Marta Maia, Gilda Nomacce completam o elenco do longa, com previsão de estreia ainda para 2020.

Leia também: Filmes brasileiros estarão presentes no Festival de Berlim

"Esta seleção mostra que o cinema ainda está vivo, também esteve durante o confinamento", disse o diretor-geral do Festival de Cannes , Thierry Frémaux, durante o anuncio da seleção transmitido pela emissora francesa Canal+ . "Tivemos que encontrar outras formas. Nunca foi uma questão para nós dizer 'adeus a todos, até o próximo ano", completou.

    Veja Também

      Mostrar mais