Devido a pandemia do novo coronavírus , a covid-19, a 24ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo foi adiada para o dia 22 de novembro. A maior festa do público LGBT do mundo estava prevista para acontecer no dia 14 de junho. O governador do estado,  João Doria (PSDB) proibiu a realização de eventos com mais de 500 pessoas.

Leia também: Lollapalooza Brasil 2020 é adiado para dezembro devido coronavírus

Parada do Orgulho LGBT%2C em São Paulo arrow-options
MARCELLA D'AMICO
Parada do Orgulho LGBT, em São Paulo


Leia também: "MasterChef" deve sofrer mudanças devido ao coronavírus, diz colunista

Na última quarta-feira (18), a diretoria da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo decidiu alterar a data por conta do risco de propagação da doença por conta da aglomeração de pessoas e de estrangeiros que vem ao país especificamente para o evento.

Leia também: Matheus e Kauan farão show virtual para fãs devido coronavírus

No ano passado, a Parada LGBT contou com a participação de cerca de 3 milhões de pessoas e movimentou R$ 403 milhões. A Secretaria Municipal de Turismo registrou em 2019 um aumento de 78% no número de visitantes em relação a 2017, último avaliado.

    Veja Também

      Mostrar mais