Tamanho do texto

Ricky Gervais entregou "torta de climão" na cerimônia; apresentação do mesmo foi interrompida pelo presidente do evento, Lorenzo Soria

A plateia era composta pelos melhores atores de Hollywood. Mas nem talentos da dimensão de Tom Hanks conseguiam disfarçar o constrangimento diante das piadas do humorista britânico Ricky Gervais, escolhido para apresentar o Globo de Ouro 2020.

Leia também: "A Forma Da Água" lidera indicações ao Globo de Ouro 2018; confira lista

Ricky Gervais arrow-options
Reprodução Instagram
Ricky Gervais

"Vocês ficarão felizes em saber que esta será a última vez que eu estou apresentando este prêmio", aviou Ricky Gervais logo no começo da cerimônia, para em seguida comparar o ator Joe Pesci a Baby Yoda e afirmar que "Dois papas" é um filme sobre pedófilos — algo que, conforme a câmera registrou no momento, não agradou em nada a Jonathan Pryce, que interpreta o Papa Francisco na produção, dirigida pelo brasileiro Fernando Meirelles.

Leia também: Brasileira que vota no Globo de Ouro revela bastidores do prêmio

Um dos momentos de maior "climão" foi quando o humorista fez piada com Jeffrey Epstein, empresário condenado por abuso sexual que se matou na prisão em agosto de 2019. O comediante fez uma comparação com a série "Afterlife", da Netflix, sobre um homem que considera suicídio após a morte da mulher.

"Alerta de spoiler: há uma segunda temporada, então, no fim, ele não se mata. Que nem Jeffrey Epstein. Desculpa, eu sei que ele é amigo de vocês", disparou.

Em outra piada, ele comparou Leonardo DiCaprio, conhecido por namorar jovens modelos, com o príncipe Andrew, filho da Rainha Elizabeth II, que era amigo de Epstein e é acusado de ter abusado de uma menina.

"Leonardo DiCaprio compareceu à première (de "Era uma vez em... Hollywood") e no fim, sua companhia era quase velha demais para ele. Até mesmo o príncipe Andrew disse, "Sério, cara?", insinuou o comediante.

Esta é a quinta vez que Gervais apresenta a premiação, organizada pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA). A escolha do comediante, no entanto, foi controversa.

Leia também: Filmes protagonizados por mulheres ganham força na corrida pelo Oscar

A insatisfação da HFPA com o apresentador ficou clara quando o presidente da entidade, Lorenzo Soria, subiu ao palco. Soria pediu que, desta vez, Ricky Gervais cumprisse a promessa e que esta fosse a sua última vez como apresentador do Globo de Ouro .