Tamanho do texto

Livros virão com etiqueta: 'este livro é impróprio - para pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas'; distribuição acontecerá neste sábado (07)

Nesta sexta-feira (06) fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro realizaram uma vistoria na Bienal do Livro em busca de livros pornográficos e com temática LGBT. Em reação à atitude do governo, o youtuber Felipe Neto decidiu comprar e distribuir gratuitamente 10 mil livros com temas e personagens queer.

Leia também: Fiscais da Prefeitura vistoriam Bienal em busca de "material pornográfico"

Youtuber Felipe Neto arrow-options
Divulgação
Youtuber Felipe Neto

A distribuição de Felipe Neto vai acontecer ao meio dia neste sábado (07), na praça de alimentação da Bienal. Entre os títulos escolhidos, estão “Dois Garotos se Beijando”, de David Levithan; “Arrase!”, de RuPaul; “Boy Erased”, de Garrard Conley; e muitos outros.

Leia também: Censura? Crivella manda recolher da Bienal HQs de Vingadores com beijo gay

O caso acontece depois de o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella , anunciar em seu Twitter na noite da última quinta (05) que censuraria a HQ "Vingadores - A Cruzada das Crianças", que estava sendo vendida na feira. A história traz dois homens se beijando —o que o prefeito do Rio de Janeiro, Crivella, considerou pornografia e, portanto, atentaria contra o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia também: Com cerca de 20 livros publicados, Marc Levy vem ao Brasil para novo lançamento

Após o imbróglio que aconteceu na tarde desta sexta (06) na Bienal do Livro , corroborando a atitude de Felipe Neto , o Tribunal de Justiça concedeu uma liminar para a organização da feira que impede a prefeitura de "buscar e apreender" obras e de caçar licença de funcionamento do festival. Segundo a decisão, o município não poderá retirar os livros de circulação em "função do seu conteúdo, notadamente aquelas que tratam do homotransexualismo".