O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), determinou que a história em quadrinho da Marvel, "Vingadores - A Cruzada Das Crianças", fosse recolhida da Bienal do Livro, que está sendo realizada na cidade.

Leia também: Bienal do Livro do Rio aposta em diversidade e assuntos do momento

Trecho da HQ da Marvel que prefeito do Rio de Janeiro tentou censurar na Bienal
Divulgação
Trecho da HQ da Marvel que prefeito do Rio de Janeiro tentou censurar na Bienal

O motivo alegado por Crivella para que o gibi fosse retirado do evento é que ele "traz conteúdo sexual para menores". O livro faz parte da coleção Graphic Novels Marvel , que está em sua 66ª edição. Algumas páginas da HQ mostram dois personagens gays em momentos de carinho; em uma delas, eles estão se beijando.

Você viu?

"Livros assim precisam estar embalados em plásticos pretos, lacrado e do lado de fora avisando o conteúdo", Crivella defendeu, em um vídeo postado nas redes sociais. A Bienal disse que foi notificada ontem por um representante da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), mas que os exemplares não serão retirados do evento.

Leia também: Ministro nega censura na Ancine: "Não está proibido fazer filme pornô no Brasil"

"A Bienal Internacional do Livro Rio, consagrada como o maior evento literário do país, dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+. A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor", a assessoria do evento informou, através de nota.

Leia também:Humor e arte: a censura se traveste de correção política no Brasil?

Canais oficiais da marvel ainda não comentário a ação de Crivella

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários