Tamanho do texto

Bruno Fagundes vive o mascarado no imersivo musical que está em cartaz em São Paulo. Marcos Mion e Leticia Spiller também integram o elenco

Com um conceito imersivo, o musical “Zorro – Nasce uma Lenda” sai do convencional e apresenta o herói mascarado de forma bem mais humanizada. O escolhido para protagonizar o espetáculo é Bruno Fagundes , que só aceitou o papel porque viu que poderia compor um Zorro diferente daquele que está no imaginário coletivo. O elenco do espetáculo ainda conta com Marcos Mion, Leticia Spiller e Nicole Rosemberg.

Leia também: Para viver Chaves em musical, Mateus Ribeiro explorou a essência de Bolaños

Zorro – Nasce Uma Lenda arrow-options
Gal Oppido
"Zorro - Nasce Uma Lenda" é protagonizado por Bruno Fagundes


Embalado por muita dança flamenga e músicas que soam familiares, “ Zorro ” é inspirado na obra da chilena Isabel Allende. O musical teve destaque no West End Londrino e a montagem brasileira celebra os 100 anos de criação do personagem.

Em cartaz no 033 Rooftop do Teatro Santander, o espetáculo não possui um palco convencional, os atores cantam, dançam e interpretam transitando em meio a plateia, que também pode viver uma experiência gastronômica durante a apresentação do musical . Essa proximidade com o público é interessante, mas muito desafiadora para os atores.

Leia também: Com muita energia, Arthur Berges é a estrela de "Escola do Rock"

“Já aconteceu de derrubarem vinho e um monte de pipoca na nossa passagem. É um desafio novo, um desafio a mais, como se estar em cena já não fosse difícil o suficiente”, comentou Bruno aos risos em entrevista ao iG . Como o espetáculo não possui um palco tradicional, o elenco precisa lidar de perto com a energia de quem está assistindo. “As pessoas estão do nosso lado, então é difícil. É algo que influencia muito mais do que eu imaginava”, acrescenta.

Durante a apresentação, Bruno faz nove trocas de roupas e todas elas são diferentes. “A gente precisa estar muito ligado para conseguir se concentrar, precisamos abstrair toda a movimentação que está acontecendo em volta.”

Um Zorro fora da curva  

Zorro - Nasce Uma Lenda arrow-options
Divulgação/Gal Oppido
Musical é imersivo e não possui um palco convencional

Quando Bruno foi convidado para estrelar o musical, ele confessa que ficou na dúvida. “Não queria fazer um cara narcisista que, desculpa o palavreado, coça o saco e cospe no chão. Não me interessa como ator fazer um personagem que já foi feito, com uma abordagem que já foi feita. Eu já vi muito esse tipo de Zorro – que é super bem humorado, não liga pra ninguém e só faz acrobacia”, explicou.

O que o ator não imaginava é que a produção do espetáculo queria um Zorro fora da curva, que é capaz de se emocionar e de falhar e é exatamente com esse mascarado que o público se depara no espetáculo. A trama mostra como Don Diego de La Vega assume o papel do herói justiceiro.

Leia também: Letícia Spiller sobre casar: "Se houver celebração, será para amigos íntimos"

Tudo começa quando Don Diego deixa seu país para estudar fora e seu irmão, o vilão Ramon ( Marcos Mion ), assume o comando de forma totalmente autoritária. Ao voltar para o seu país, ele assume a identidade do Zorro e é acobertado pela cigana Inez ( Leticia Spiller ). O conflito aumenta, pois o herói e seu irmão nutrem uma paixão pela mesma mulher, Luisa (Nicole Rosemberg).

Muito apoio

Tanto Bruno quanto Leticia tiveram experiências anteriores em musicais mais alternativos e essa é a primeira grande produção que participam. “Quando começamos lembro que ela olhou para mim e disse: ‘estou apavorada’, eu respondi: ‘eu também’ (risos). A gente se apoiou muito um no outro e com o Mion foi a mesma coisa”, concluiu o interprete do Zorro que, assim como os colegas de elenco, se entregam em cena.