Tamanho do texto

Após receber mais 474 mil pessoas, exposição de Tarsila do Amaral encerra neste domingo (29). No sábado (28), o MASP funcionará até a meia-noite

A exposição da Tarsila do Amaral no MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) tem recebido muita gente e desde sua abertura, já passaram pelo museu mais de 350 mil pessoas. A mostra “Tarsila Popular” termina neste domingo (28) e o museu anunciou que terá horário diferenciado, para que assim mais pessoas consigam ver as 92 obras da artista.

Leia também: História da arte e sexualidade se entrelaçam em série de exposições no MASP 

Mostra de Tarsila do Amaral chega ao fim neste domingo (29) arrow-options
Reprodução / Instagram
Mostra de Tarsila do Amaral chega ao fim neste domingo (29)

Leia também: Obras inéditas de Tarsila do Amaral chegam ao MASP em abril

Ao iG Gente , a assessoria do museu informou que o recorde de público da exposição de Tarsila do Amaral foi na última terça-feira (23), dia que o museu tem entrada gratuita. Mais de oito mil pessoas passaram pela mostra.

Para o museu, o evento é mais do que um sucesso: “O que podemos afirmar, com certeza, é que Tarsila é a artista brasileira mais vista da história do MASP  ”.

Fernando Oliva, um dos curadores da exposição junto com Adriano Pedrosa, acredita que o sucesso da mostra “ Tarsila Popular ” mostra que o público tem “interesse em novas abordagens em direção à obra de grande artista mulher, tanto no contexto do modernismo quanto da história da arte brasileira”.

O ano de 2019 também é o ano de ter mais exposições de artistas mulheres e feministas no museu, intitulada “Histórias das mulheres, histórias feministas”. “Como parte de nossa pesquisa em torno da ideia de ‘história(s)’, histórias no plural, é fundamental fomentar análises inéditas em relação à obra de uma artista canônica”, explica Fernando Oliva.

Leia também: Protagonista do modernismo brasileiro, Tarsila do Amaral ganha exposição no MoMa

Desde a abertura da mostra, o público geral do museu é de 474 mil visitantes (sendo 51% não pagantes) e a exposição de Tarsila do Amaral representa 74% do público do ano. No sábado (28) o museu terá horário estendido e ficará aberto até meia-noite. No domingo (29), o museu funciona das 10h às 19h.