No último domingo (19) IZA se apresentou na Virada Cultural, na zona Leste de São Paulo. Nesta segunda (20) foi ao ar uma entrevista com ela na GloboNews . Ao conversar com a repórter Laura Cassano, a cantora falou sobre empoderamento, representatividade e a importância de artistas cantarem em bairros afastados do centro. 

Leia também: IZA sensualiza de biquíni em foto para celebrar seu aniversário

IZA
Reprodução Instagram
IZA

“Quando a gente fala de cultura, educação e conhecimento, a gente realmente precisa até mesmo priorizar áreas como essa que não tem tanto acesso à cultura, a lazer, a entretenimento, quanto os centros das capitais”, disse IZA .

Leia também: Dona da tarde! Iza lota palco e faz estreia digna de headliner no Lollapalooza

Sobre a mensagem que deseja passar a geração mais jovem, a atração da Virada Cultural não pestanejou. “É importante que você saiba abraçar suas qualidades e defeitos, saber olhar com carinho. Se o que você não gosta é porque você não gosta ou por causa dos outros. Se você é você mesmo, todo mundo te entende”.

Leia também: Poderosa! Iza exibe corpão com biquíni fio dental colorido

“Sendo uma menina negra que cresceu na zona norte do Rio eu entendo como é importante falar sobre feminismo, representatividade e poder estar no lugar que você quiser. Em locais onde as crianças já crescem vendo tantos obstáculos é muito legal quando a gente consegue levantar esses temas”, finalizou IZA .

    Veja Também

      Mostrar mais