Tamanho do texto

Cantora norte-americana é a primeira mulher a ganhar a honraria individualmente na categoria Citação Especial, que foi iniciada em 1930

Nesta segunda-feira (15) Aretha Franklin ganhou um Prêmio Pulitzer póstumo por sua contribuição para a música e para a cultura. Cantora morreu em agosto de 2018 em decorrência de câncer no pâncreas.

Leia também: Rainha do soul, Aretha Franklin não deixou testamento para herdeiros

Aretha Franklin cantando
Divulgação
Aretha Franklin conquistou prêmio póstumo

Intérprete de  Respect e I Say a Little Prayer , Aretha Franklin é a primeira mulher a ganhar a honraria individualmente na categoria Citação Especial, iniciada em 1930. A categoria é a mesma que Bob Dylan e John Coltrane ganharam em 2008 e 2007.

Leia também: Aretha Franklin está consciente e recebendo tratamento em casa, diz sobrinho

Na categoria música , a honraria também ficou com uma mulher neste ano: Ellen Raid. A artista foi premiada por sua ópera prism , que estreou em novembro em Los Angeles.

Leia também: Adeus! Paul McCartney e mais artistas homenageiam Aretha Franklin

Na cerimônia do Prêmio Pulitzer do ano passado, o prêmio foi concedido a Kendrick Lamar por seu álbum “Damn”. Sua vitória foi  inédita como a de Aretha Franklin , mas ao invés de ser a primeira mulher, foi a primeira vez que o gênero rap conquistou a gratificação.

    Leia tudo sobre: músicas