Tamanho do texto

Sempre comparada com Anitta, Lexa aposta no segmento da Malandra, mas usa diferentes estratégias de marketing para tentar conquistar o pop funk

Batizada como Léa Cristina, Lexa ganhou seu nome artístico com X em homenagem à Xuxa e desde 2015, com o sucesso de Baladeira , vem conquistando espaço na música brasileira. Atualmente, ela também é conhecida como Sapequinha, nome de seu feat com Mc Lan, em 2018.

Leia também: Paz e amor! Lexa nega rivalidade com Anitta: "De onde as pessoas tiraram isso?"

undefined
Reprodução/ Instagram
Lexa

Como funkeira declarada e apostando no pop para contagiar à todos, por diversas vezes Lexa teve seu nome vinculado à uma suposta rixa artística com Anitta , a maior cantora pop do Brasil no momento e responsável pelo boom da cultura pop funk. Vale ressaltar que a loira já negou o boato e por algumas vezes elas demonstraram ter uma boa relação.

Leia também: Lexa leva “calote” e fica sem trio elétrico em São Paulo

Lexa e Anitta
Reprodução/ Instagram
Lexa e Anitta

Segundo Renato de Azevedo, DJ e produtor conhecido como Batutinha, responsável pela visibilidade de ambas as artistas no começo da carreira midiática, nunca houve intenção de cópia entre elas. No entanto, ele explica que as semelhanças entre as cantoras é questão de segmento de mercado. “Cada uma tem suas peculiaridades musicais! Acontece que há intenção comercial definida por marketing para se inserir no mercado”, garante.

A importância de Anitta para Lexa

undefined
Reprodução/ Instagram
Anitta

O boom da loira é consequência do “movimento Anitta”, da cantora que ganhou ênfase no mercado musical após o lançamento contagiante de Show das Poderosas , em 2013, e desde então não parou de crescer no cenário pop funk nacional e internacional.

Batuta explica que antes da Poderosa, nomes como Gretchen, Perlla e Kelly Key, também foram longe em termos de música pop dançante, mas é graças a ela que este cenário musical alavancou.

“Como ela veio antes, foi mais complicado para chegar a um ponto certo da cantora pop que vem do funk. Quando a Lexa veio, essa orientação do mercado já existia, então fica mais fácil. Hoje é muito mais fácil gerar um artista que siga por esse mesmo mercado, porque ele tá bem definido, não é uma cena nova”, explica o DJ.

Com a popularidade deste gênero musical, a Som Livre, gravadora da loira, trabalha midiaticamente para diferenciá-la das demais artistas do meio. “Continuaremos investindo em seu repertório, unindo o seu trabalho ao de grandes nomes da música atual, trazendo bons parceiros pra perto e elaborando boas estratégias de marketing para os lançamentos”, explica Tatiana Cantinho, gerente de A&R/Artístico e Conteúdo da Som Livre.

Diferença entre os pensamentos

Lexa em gravação do clipe Amor Bandido com MC Kekel
Reprodução/ Instagram
Lexa em gravação do clipe Amor Bandido com MC Kekel

Depois de pouco mais de três anos que Show das Poderosas viralizou com mais de 36 milhões de visualizações no YouTube, a morena, que durante esse tempo fez diversos feats com cantores brasileiros, fechou sua primeira parceria internacional e repercutiu com o sucesso de Sim ou Não , com o colombiano Maluma. Desde então a pop soma sua voz com mais de 10 grandes nomes de artistas de diferentes nacionalidades.

A Sapequinha , por sua vez, chegou a participar de Fogo de MC Guimê, seu atual marido, em 2015, e em 2017 chamou Tati Zaqui para um feat em Movimento , mas somente em 2018, três anos após ter viralizado com Baladeira ,  passou a investir em parcerias capazes de impulsioná-la no cenário  musical. Depois da atuação com MC Lan, veio o sucesso de Provocar com Gloria Groove e atualmente ela está focada em no lançamento de Amor Bandido com MC Kekel, previsto para o próximo dia 26 de abril.

undefined
Reprodução/ Instagram
Lexa e MC Guimê

Enquanto Anitta há anos vem investindo em feats internacionais e músicas próprias em outros idiomas, somente agora Lexa está pronta para ultrapassar a fronteira brasileira. Em maio ela passará pelos EUA  e Europa em uma turnê de cerca de 20 dias.

No entanto, segundo a esposa de MC Guimê, cantar fora do País neste momento não significa uma carreira internacional para ela, que, a princípio, está indo cantar para brasileiros que estão nesses países.

“É um projeto! Meu trabalho está se expandindo”, conta a artista, que também aproveita para explicar que, acima de tudo, quer estar totalmente consolidada no Brasil para poder pensar nesta possibilidade. “É muito mais complicado do que parece. Vai ser orgânico e se um dia eu tiver esse desejo eu vou”, esclarece ela sobre o não interesse de uma carreira fora do País de origem neste momento.

Furacão Anitta x Ascensão de Lexa

Anitta
Reprodução/ Instagram
Anitta

A progressão do sucesso da Malandra é algo justificável. Batuta garante que Anitta sempre esteve bem orientada. O produtor, que atualmente vive em Portugal, aponta que ela também é a sensação do momento pelos países europeus: “Ela e a Ludmilla são assustadoramente conhecidas por aqui e não é só por brasileiros”, diz o DJ.

A experiência fora do Brasil faz com que Batutinha tenha uma visão ainda mais ampla dessas artistas no mercado internacional. Segundo ele, a representação da Sapequinha é quase mínima pela Europa. “Aqui ela é conhecida pelos brasileiros, mas não conseguiu quebrar a esfera de chegar aos não brasileiros”, explica ele.

O DJ, acredita que Lexa tem potencial para alcançar o patamar da Poderosa, mas diz que isso depende de uma boa estratégia de gerenciamento e marketing.

Ele explica que para se manter em alta no mercado musical é necessário criar o hábito de fazer com que a música seja sempre consumida: “Tem que ter mensagem e bom discurso. Os povos pensam e agem de formas diferentes, então não tem como impor uma cultura sua em outro povo.Tem que falar de coisas que têm pontos comuns. Você tem que buscar saber se aquela música vai funcionar para pelo menos 80% do mundo. Somente algumas artistas estão tendo essa percepção de exibição e consumo”.

undefined
Reprodução/ Instagram
Lexa

Como gravadora da cantora, a Som Livre diz que está tomando à frente para aumentar o trabalho midiático da artista e aposta em formas para que a audiência seja ampliada naturalmente.

“Trabalhamos fortemente junto com ela, em busca do melhor repertório e da melhor produção, sempre visando sua verdade artística. Ela possui total aderência musical ao consumo do mercado. Artisticamente, a estratégia da gravadora é aproximá-la de bons produtores, como a HitMaker, por exemplo, e também de bons compositores. Nosso olhar também está direcionado em produzir vídeos cada mais rebuscados e somar com grandes feats”, detalha Tatiana Cantinho.

Lexa se consolida no pop funk brasileiro

Apesar de estar ganhando força no segmento estrelado pela Malandra, a loira vive momento diferente do dela em sua carreira e pretende continuar assim, afinal, mesmo sem o alcance internacional seus resultados têm sido positivos. Atualmente, além de fazer uma média de 20 shows por mês, ela se mantém bem rankeada no Spotify Brasil com sua trilogia dançante – Sapequinha , Provocar e Só Depois do Carnaval .

Lexa
Reprodução/ Instagram
Lexa

O ápice da carreira de Lexa é com foco total em si mesma, com aposta em feats que estejam no ápice da mídia também, tanto que ela descarta parceria com seu esposo neste momento e também garante que seu casamento não reflete na ascensão de sua fama: “Relacionamento é relacionamento. Carreira é carreira. Relacionamento dá mídia e eu acho natural, porque as pessoas gostam e se interessam com o todo, mas não acho que isso tenha ajudado”.

Darlin Ferrattry, mãe e empresária de Lexa, explica que neste último trimestre a filha bateu o recorde de todos os seus anos de carreira: “Atualmente ela está muito bem em todo o País, o Spotify, Deezer e YouTube indicam isso, tanto que ela tem agenda cheia em todos os cantos”.

A funkeira avalia seu trabalho com orgulho, apontando que tem sido uma evolução em todos os sentidos: “Foi amadurecimento pessoal e profissional. Hoje eu vejo que minha carreira está na melhor fase, fui em lugares que me senti consagrada, me senti no melhor momento”.

Trabalhando com frequência e dormindo pouquíssimas horas por dias, ela quer que seu esforço seja recompensado daqui 10 anos. “Eu quero estar em um projeto sólido, bem casada, viajando mais e com alguns projetos sociais”, deseja a cantora, que também diz esperar poder dormir pelo menos 8h por noite.

Leia também: Lexa revela que não transou em sua noite de núpcias: "eu bebi muito"

undefined
Reprodução/ Instagram
Lexa

Lexa , que em 2015 ganhou premiações importantes como Prêmio Jovem Brasileiro – Cantora Revelação; Brazilian Choice Awards –Revelação Musical; MIXME Awards – Revelação do Ano; Radio Music Awards Brasil – Revelação e  Brasil Music Awards – Artista Revelação, pretende continuar trabalhando arduamente para realizar o sonho de ganhar algum prêmio pela categoria de Melhor Cantora e conquistar à todos os brasileiros.

    Leia tudo sobre: Anitta YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.