Tamanho do texto

Banda americana apresentou show com menos hits, mas mostrou que sua discografia toda tem fôlego ao vivo. Performance terminou antes do previsto

O Kings of Leon foi responsável por fechar o palco Budweiser na noite de sábado (06) no Lollapalooza e não decepcionou.

Leia também: Post Malone faz show mais concorrido do Lolla e abre espaço para funk brasileiro

Kings of Leon
Divulgação
Kings Of Leon encerra o segundo dia do Lollapalooza Brasil

Com diversas passagens por festivais brasileiros, essa é a primeira vez dos americanos no Lollapalooza , mas o Kings of Leon já chegou tarimbado. Sem a pressão de conquistar o público que já encheu o festival por conta deles, eles surpreenderam deixando alguns singles de lado e apostando em músicas menos famosas como Mary e Knocked Up .

Deixando os discos mais antigos para trás, foram poucas as faixas dos primeiros álbums, como Molly’s Chamber . Calleb Followill estava claramente satisfeito com o repertório e em uma das poucas interações com o público avisou que estava se divertindo. Essa, inclusive, é uma das passagens mais descontraídas da banda, e talvez por conta do setlist.

Leia também: Chuva gerou tumulto e incertezas, mas não minou ânimo do público no Lollapalooza

Show de rock
Divulgação
Kings of Leon no show do Lollapalooza Brasil

Use Somebody estava lá e agradou os presentes, mas mas foi um show sem amarras nem necessidade de agradar. Eles passearam por todos os discos, e conseguiram fazer jus ao posto, mas deixaram claro que fariam o que quisessem.

Leia também: Cheio de energia, Lenny Kravitz eletrifica público em dia agitado no Lolla

 Sendo assim, o Kings of Leon encerrou o show antes do previsto e tocou menos de duas horas, mas ainda fez valer o ingresso do dia!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.