Tamanho do texto

O último show no Brasil de Lenny Kravitz foi no Rock in Rio de 2011 e ele retorna ao país para apresentação no Lollapalooza. Além de se apresentar no festival, Kravitz faz uma breve turnê em outros seis países da América do Sul

Lenny Kravitz retorna ao Brasil em grande estilo. O cantor e ator norte-americano é uma das atrações do Lollapalooza 2019 e se apresenta no segundo dia do festival, dia 6 de abril, junto com outros grandes nomes da música como Snow Patrol e Kings of Leon.

Leia também: Lollapalooza tem edição mais LGBT de todos os tempos, mas não abraça a bandeira

Lenny Kravitz fará show no segundo dia de Lollapalooza
Reprodução/Instagram
Lenny Kravitz volta ao Brasil depois de oito anos e se apresenta no segundo dia do Lollapalooza

Depois de oito anos longe do Brasil, Lenny Kravitz volta ao país para se apresentar na 5ª edição do Lollapalooza . Ele é reconhecido por misturar estilos musicais em seu trabalho. Seu último show no Brasil foi no Rock in Rio de 2011, reunindo 300 mil pessoas e sua apresentação foi antes do show de Shakira.

Mesmo sendo um nova-iorquino, Lenny possui uma fazenda no interior do Rio de Janeiro e é lá que ele ficou hospedado há algumas semanas, antes de embarcar para Colômbia no dia 23 de março, onde fez show. Aproveitando que veio para América do Sul, Kravitz anunciou shows em outros países como o Peru, Argentina, Chile e Paraguai antes da sua apresentação no Lolla.

Foi depois de quatro anos de hiato que Kravitz voltou ao seu estúdio para gravar seu último álbum intitulado “Raise Vibration”, de 2018. Sempre reconhecido por misturar diversos estilos musicais em um só single, é nisso que seu novo trabalho se destaca.

Mesmo sendo o seu décimo álbum, ele confessou que passou por um sério bloqueio criativo durante o processo de criação. Tratando de questões sociais de forma consciente, o disco ficou em 43ª na lista da Billboard de 2018.

Leia também: Lollapalooza Brasil tem preços mais altos que festivais internacionais 

Lenny Kravitz vai se apresentar dia 6 de abril no Lollapalooza Brasil
Reprodução/Instagram
Depois de quatro anos longe dos estúdios, em 2018 Kravitz lançou o álbum 'Raise Vibration'

Low ,  uma das faixas deste CD, é uma homenagem a Michael Jackson. Em uma composição introspectiva que lida com questões sobre o preconceito e o “whoo” em segundo plano, mostra uma vaga lembrança do Rei do Pop.

Durante entrevista ao jornal The Guardian , ele falou sobre como o cantor  pop foi importante em sua vida: “Michael é a pessoa que fez acontecer tudo para mim. Trabalhar com ele foi algo incrível para mim”, confessou.

Leia também: Com Iza confirmada, Lollapalooza Brasil divulga horário das atrações

Foi lá em 1989, com o lançamento do álbum “Let Love Rule” que ele começou a desenvolver esse estilo. O soul com uma pitada de rock e funk americano embalam a maioria de seus trabalhos e foi assim que se Lenny teve uma marca registrada desde os anos 90.

Kravitz também coleciona alguns grandes nomes da música em sua lista de parcerias. Entre eles está Madonna, com quem compôs Justify My Love , Drake e Jay-Z que fizeram parte do álbum “Black and White America”.

Mas é com este último trabalho, "Rise Vibration", e ao mesmo tempo uma promessa de não se prender apenas a ele, que Lenny Kravitz sobe ao Palco Budweiser do segundo dia de Lolla, no sábado dia 6 de abril. A apresentação também será um momento de comemoração ao seu primeiro álbum, que completa 30 anos em setembro de 2019, “Let Love Rule” e que é uma faixa obrigatória em suas apresentações.