Julianne Moore provou que é gente como a gente mesmo. A atriz revelou que foi demitida do longa “Poderia me Perdoar?”, em que interpretaria o papel que ficou a cargo de Melissa McCarthy.

Leia também: Cinco fatos importantes sobre "Capitã Marvel"

undefined
Divulgação
Julianne Moore


Em entrevista ao “Watch What Happens Live”, apresentado por Andy Cohen, Julianne Moore deu detalhes do que realmente aconteceu, respondendo a uma pergunta de um fã sobre o filme, já que até outubro de 2018 estava escalada para viver Lee Israel no cinema, personagem que foi presa por forjar cartas de escritores famosos.

“Eu não deixei o filme. Eu fui demitida. Nicole (Holofcener, diretora do longa que, posteriormente entregou a função para Marielle Heller) me demitiu. Ela não estava gostando do que eu estava fazendo com o papel”, disse. Então, o apresentador perguntou se as filmagens já haviam começado.

“Nós só tínhamos ensaiado algumas coisas, estávamos na pré-produção. Eu acho que a ideia que ela tinha da personagem era bem diferente da minha”, explicou.

Melissa McCarthy acabou interpretando a personagem e foi indicada ao Oscar 2019 na categoria de Melhor Atriz . “Eu não assisti ao filme ainda, porque é meio doloroso para mim. Eu amo Melissa, eu a venero e tenho certeza de que está ótima. Mas foi uma experiência ruim para mim. A única vez que eu fui demitida na vida foi em uma barraca de iogurte, quando tinha 15 anos”, confessou a ruiva.


Julianne ganhou o Oscar em 2016, quando interpretou uma professora que descobre ser portadora do Mal de Alzheimer, em “Para Sempre Alice”. A estrela levou a estatueta de Melhor Atriz, desbancando nomes como Reese Whiterspoon, que concorreu por "Livre"; Felicity Jones, por "A Teoria de Tudo"; Marion Cotillard, por "Dois Dias, Uma Noite" e Rosamund Pike, por "Garota Exemplar".

Recentemente, a artista opinou sobre o fato de o filme da Netflix, “Roma”, ter sido indicado ao Oscar 2019 . “Existem dois lados em casa história”, ponderou.

Leia também: A Guerra Santa de Steven Spielberg contra a Netflix

“Por um lado, mudanças sempre acontecem e nós nos adaptamos. Por outro lado, existem maneiras válidas e lindas de se assistir um filme que estão desaparecendo. Eu acho... nós não queremos a oportunidade de fazer coisas lindas e celebrá-las?”, encerrou Julianne Moore , em entrevista à revista "Variety".

    Veja Também

      Mostrar mais