Tamanho do texto

Durante a coletiva de imprensa em Berlim, Wagner Moura afirmou que seu filme “é maior que Bolsonaro”. Internautas brasileiros politizaram em torno do filme com guerra de avaliações, positivas e negativas, no IMDb

Depois da estreia de Wagner Moura como diretor na última quinta-feira (14), o debate sobre o filme “Marighella” se transformou em uma manifestação política. O longa teve seu lançamento repleto de aplausos durante o Festival de Berlim.

Página de Marighella no iMDb
Reprodução/IMDB
Página de Marighella no iMDb


Marighella ” é um drama biográfico sobre o guerrilheiro de esquerda que leva o mesmo nome e que organizou uma frente de ação armada contra o regime militar. O filme foi exibido no Festival de Berlim , repleto de aplausos e em seguida foi acompanhado por um tributo à vereadora Marielle Franco, morta em março de 2018 no Rio de Janeiro. Durante a coletiva de imprensa, Wagner Moura afirmou que seu filme “é maior que Bolsonaro” e explicou que não foi feito como uma resposta direta ao novo governo, mas que tem uma postura da oposição.

Leia também: "Pantera Negra" chega ao Oscar como azarão possível e pode ressignificar Marvel

Os apoiadores de Jair Bolsonaro responderam o posicionamento político da equipe se organizando para protestar e escolheram o site IMDb – considerado um portal para buscar informações sobre elenco, equipe, críticas sobre a produção e tem avaliações – para protestar sobre a fala de Wagner, diretor do longa. No último domingo (17), os internautas que acessassem a página e procurassem pelo drama brasileiro, encontrariam uma nota extremamente baixa e repleta de críticas escritas em inglês.

Nos comentários havia declarações como “Terrorista mostrado como herói“, “Eu realmente não acredito que este filme seja maior que o novo presidente” e teve até quem recomendasse o leitor que “não perdesse seu tempo e dinheiro com isso”. Foram mais de 26.000 votos e mais de 1.000 críticas computadas em menos de três dias.

Marighella recebe notas baixas de brasileiros, mesmo sem ter estreado no Brasil
Divulgação
Marighella recebe notas baixas de brasileiros, mesmo sem ter estreado no Brasil

Leia também: “Infiltrado na Klan” tem que driblar preconceito para levar o Oscar

O filme só foi exibido quatro vezes no Festival e ainda não tem data para chegar ao Brasil, o que torna praticamente impossível todas as pessoas que deixaram avaliações no site tenham, de fato, assistido ao filme. Com base nisso, um usuário denunciou o que estava acontecendo para o IMDb: “Muitas pessoas estão propositalmente dando nota 1/10 ao filme devido a uma opinião política divergente”.

Ao perceberem o que estavam fazendo no IMDb contra o filme “ Marighella ”, os usuários que estão a favor do longa também se mobilizaram para denunciar os comentários como “inapropriados” - e escrever sua própria cota de críticas positivas. Em meio à guerra politizada que a internet brasileira levou para o banco de dados de cinema mundial, o IMDb optou por retirar todas as avalições sobre o filme do ar.