Tamanho do texto

Durante ensaio exibido pela televisão, a cantora, Pichayapa “Namsai” Natha, da banda pop tailandesa usou uma camiseta em homenagem ao Hitler

Uma das bandas pop mais populares da Tailândia, BNK48, se desculpou depois que a integrante, Pichayapa "Namsai" Natha, usou uma camiseta com uma suástica nazista no palco durante um ensaio. Ao ver as fotos da cantora com a camiseta, a embaixada israelense expressou “choque e desânimo”.

Leia também: Eita! Shakira é criticada após criar pingente de colar que lembra nazismo

Cantora da banda BNK48 usa camiseta em homenagem a Hitler durante ensaio.
Reprodução/True ID TV
Cantora da banda BNK48 usa camiseta em homenagem a Hitler durante ensaio.

Na última sexta-feira (25), a cantora de 19 anos da banda BNK48 ,  apareceu usando uma camiseta com a bandeira militar da Alemanha nazista durante um ensaio exibido pela televisão.

No sábado (26), a vice-diretora de missão da embaixada de Israel na Tailândia, Smadar Shapira, usou o Twitter para falar sobre o assunto: "Apresentar símbolos nazistas usados pela cantora da banda feriu os sentimentos de milhões em todo o mundo, cujos parentes foram assassinados pelos nazistas". Smadar Shapira também lembrou que no dia 27 de janeiro é celebrado o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Depois da foto viralizar na web, alguns fãs argumentaram que elas não sabiam o que significava o símbolo nazista. Muitos tailandeses dizem que desconhecem a história dos nazistas na Segunda Guerra Mundial.

Leia também: Documentário "Menino 23" relembra perigoso flerte do Brasil com o nazismo


Pichayapa "Namsai" Natha usou seu perfil no Instagram para pedir desculpas. “Eu realmente quero me desculpar por esta situação. Tudo o que fiz foi tudo um erro meu. Neste mundo tenho muitas coisas que eu deveria saber. Por favor, me dê seu bom conselho para me fazer uma garota melhor. E eu prometo, não vou fazer de novo”, declarou.

CEO da banda e a cantora,
Reprodução/Twitter
CEO da banda e a cantora, "Namsai" encontram o Embaixador de Israel na Tailândia para pedir desculpas pelo ocorrido.


A vice-diretora de missão da embaixada de Israel, Smadar Shapira, usou seu Twitter para mostrar o encontro do CEO da banda e da integrante “Namsai” com o embaixador israelense. O Embaixador de Israel pediu que os membros da banda realizassem no futuro uma atividade educacional, junto com a Embaixada de Israel na Tailândia.  O CEO da BNK48 propôs que elas participassem de uma oficina educativa sobre o Holocausto, a fim de enfatizar seu compromisso com esse assunto importante.

Leia também: Nasce uma estrela? Atriz acidental, Yalitza Aparicio arrebata e chega ao Oscar

A cantora da banda BNK48 não foi a primeira pessoa que provocou um escândalo na Tailândia ao fazer uma referência a Hitler. Em julho de 2013, os estudantes de uma universidade de Bangcoc exibiram uma bandeira que representava o líder da Alemanha nazista em meio a heróis, como Batman. Em 2016 os estudantes da Universidade Silpakorn realizaram a saudação nazista, enquanto um estudante vestia-se como Adolf Hitler, durante um evento cosplay.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.