Tamanho do texto

Produzido por Albert Watson, o calendário extrai o melhor das modelos internacionais Gigi Hadid, Laetitia Casta, Julia Garner e Misty Copeland

Com uma fama que reverbera pelo mundo inteiro, o calendário da Pirelli é conhecido por unir fotografias conceituais a um verdadeiro show de sensualidade, algo que se mantém na produção de 2019. O fotógrafo responsável pelos cliques que marcam os meses de 2019 foi o inglês Albert Watson, que buscou extrair o que há de melhor em quatro modelos internacionais: Gigi Hadid, Laetitia Casta, Julia Garner e Misty Copeland.

Calendário da Pirelli de 2019 traz à tona uma excelente mescla da sensualidade e da fotografia
Albert Watson/Pirelli
Calendário da Pirelli de 2019 traz à tona uma excelente mescla da sensualidade e da fotografia

Leia também: Nicole Kidman e estrelas de Hollywood posam sem make para calendário da Pirelli

A edição de 2019 Calendário da Pirelli resgatou a utilização da nudez completa em duas fotografias, algo que não é utilizado desde 2016. Além disso, Watson trouxe à tona o lado mais sensual das quatro modelos que protagonizam os cliques, e explora uma fotografia mais conceitual e reflexiva.

Leia também: Arte e conceito se encontram nas fotos de Camila Serigatti 

Albert Watson busca visão positiva das mulheres no Calendário da Pirelli  de 2019

Albert Watson é o fotógrafo responsável pela edição de 2019 do calendário da Pirelli, conhecido pelas fotografias sensuais
Reprodução/Pirelli
Albert Watson é o fotógrafo responsável pela edição de 2019 do calendário da Pirelli, conhecido pelas fotografias sensuais

Em declaração à imprensa inglesa, o fotógrafo responsável pelo calendário, Albert Watson , de 76 anos, deixou clara a sua intenção: "Quando me aproximei deste projeto, quis fazê-lo de uma maneira diferente de outros fotógrafos, e me perguntei qual seria a melhor maneira”.

Albert ainda declarou: “Eu queria criar algo que fosse mais do que apenas um retrato de alguém. Eu queria que as pessoas que olhassem o calendário vissem que meu objetivo era fotografar em sua forma mais pura, explorando as mulheres que eu estava fotografando e criando uma situação que transmitisse uma visão positiva das mulheres hoje”.


Leia também: Nu artístico empodera, opina fotógrafa que dessexualiza nudez em série de fotos

O calendário da Pirelli existe desde 1964, época em que a empresa em questão buscava um meio de se destacar no mercado. Ao trazer um lado sensual nas fotos que estampam os meses do ano, o projeto fez história e gerou um verdadeiro legado, que segue até hoje se reinventando e buscando outros meios e outros conceitos que permeiam a sensualidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas