Tamanho do texto

As cidades chilenas Santiago e Concépcion estão cada vez mais marcando presença no showbussines e concorrendo com São Paulo, Rio e Buenos Aires

O Brasil ganhou um novo concorrente no entretenimento: o Chile. Antes, se na América do Sul , os artistas preferiam pisar em terras brasileiras para apresentar os seus shows, agora, as terras chilenas muitas vezes recebem as estrelas em primeiro lugar, que podem ou não continuar sua turnê pelo continente. As cidades Santiago e Concépcion são as principais escolhas chilenas. 

Leia também: Music Show Experience quer estimular mercado da música no País pela tecnologia

Como o chile está virando o principal polo de shows na América Latina?
Banco de Imagens/Shutterstock
Como o chile está virando o principal polo de shows na América Latina?


Aludindo esse cenário está a turnê do show "Celebrating David Bowie", que chega primeiro ao Brasil, em 19 de outubro, em São Paulo, mas tem em sua rota as duas principais cidades chilenas para receber os shows , algo pouco imaginável há alguns anos, com apresentações em 23 e 24 de outubro. Na turnê também estão Argentina, Uruguai, Peru e Paraguai, mas com uma única apresentação. 

Já a apresentação do guitarrista Noel Gallagher, ex-Oasis, no País, será durante festivais, enquanto no Chile, que também recebe o artista antes, será em apresentações exclusivas em Santiago e novamente em Concépcion, como também na Argentina. O guitarrista chega ao Brasil para apresentações no fim de novembro, em Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte. 

A cantora italiana Laura Pausini também marca presença com shows no Brasil para divulgar seu 14º álbum de estúdio, "Fatti Sentire", em São Paulo, Brasília, Recife e Curitiba. A turnê segue também pelo Equador, Peru, Argentina e Chile. Em outubro, a cantora colombiana Shakira marca presença com duas apresentações da sua turnê “El Dorado Tour” no Brasil e Argentina , seguindo para o Chile, Equador e Colombia. 

Laura Pausini, cantora italiana, marca presença no Brasil com oito shows
Reprodução/Instagram
Laura Pausini, cantora italiana, marca presença no Brasil com oito shows


Leia também: Lady Gaga lidera lista da Billboard com os melhores clipes de música do século

A turnê "Roger Waters 2018 Us + Them", do músico e fundador do Pink Floyd, terá oito apresentações no Brasil (período de 09 a 30 de outubro), mostrando a potente força do território, enquanto o Chile receberá apenas uma apresentação, em Santiago (14 de novembro), ainda após as apresentações no Uruguai e na Argentina. 

Camila Cabello marcou presença na Argentina e no Chile antes de vir ao Brasil apresentar sua nova turnê de shows
Reprodução/Instagram
Camila Cabello marcou presença na Argentina e no Chile antes de vir ao Brasil apresentar sua nova turnê de shows

Diferentemente da apresentação do guitarrista, a cantora Camila Cabello, ex-Fifth Harmony, se apresentou em março no Lollapalooza na Argentina e também no Chile, marcando sua primeira apresentação solo na América do Sul, não marcando presença no mesmo evento brasileiro que aconteceu um mês depois. 

Os shows no Brasil serão apresentando sua nova turnê, nomeada “Never Be The Same”, marcando presença no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, em outubro. 

Crescimento de shows no Brasil e o Chile como novo concorrente

Segundo a 16ª edição da pesquisa Entertainment and Media Outlook da PwC, o segmento de shows continuará crescendo no mercado de Mídia e Entretenimento brasileiro. Segundo a pesquisa, o país é o segundo maior mercado de música ao vivo na América Latina, ficando atrás apenas do México. 

A receita total dessa área, incluindo vendas de ingresso e patrocínio, deverá atingir U$ 280 milhões em 2019, com um crescimento médio de 6,4% ao longo do período. Uma das principais justificativas do crescimento desse mercado se dá pela realização de mega eventos como a Copa do Mundo 2014, Jogos Olímpicos Rio 2016, e a consolidação de uma agenda de festivais nos últimos anos, além do Rock in Rio e do Lollapalooza. 

Leia também: As mulheres mandando na música? Plataforma online promete reequilíbrio de forças

Atrações como Z Festival e o VillaMix Festival (agora também internacional), ambos com as suas primeiras edições realizadas em 2011, já trouxeram ao Brasil nomes internacionais como Demi Lovato, Fifth Harmony, Maluma, McFly, Justin Bieber e Nick Jonas. 

Mesmo assim, o Chile continua marcando forte presença nesse cenário. Esse ano, a banda britânica Primal Scream tocou em Concépcion e Gary Numan, músico britânico de sucesso, marcou presença em Santiago, e nem sequer passou pela Argentina ou Brasil.

Gary Numan levou seus shows ao Chile, mas não se apresentou no Brasil
Reprodução/Instagram
Gary Numan levou seus shows ao Chile, mas não se apresentou no Brasil


As recentes crises econômicas que atingiram tanto o cenário brasileiro como o argentino, podem ser um dos fatores para essa mudança de cenário, fazendo com que o Chile invista em estrutura, turismo e publicidade, mostrando que o seu público também é acolhedor de grandes  shows  internacionais. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.