Tamanho do texto

Avanço das plataformas de streaming será medido pelas escolhas nas categorias principais em 2018, enquanto HBO tenta manter vivo seu legado no Emmy

Será realizada nesta segunda-feira (17) a 70ª edição do Emmy, maior premiação da TV americana. São muitas as disputas intensas que acontecem neste ano, mas a maior e mais emblemática delas opõe Netflix e HBO. Depois de 16 anos liderando absolutamente nas indicações, a HBO viu a gigante do streaming superá-la em número de indicações totais.

Leia também: "Game of Thrones" lidera as indicações ao Emmy, mas Netflix reina na competição

Vencedora em 2017,
Divulgação
Vencedora em 2017, "The Handmaid´s Tale" é a grande favorita entre as séries dramáticas em 2018 no Emmy


Nas duas principais categorias, melhor série dramática e melhor série de comédia, a HBO leva vantagem. São cinco contra quatro. A HBO deve somar mais estatuetas contabilizados os prêmios técnicos entregues no último fim de semana a séries como “Westworld” e “Game of Thrones”. Essa batalha pela glória no Emmy , no entanto, deve ter um clímax estranho para ambas as empresas.

De volta à disputa “Game of Thrones” não veste a carapuça de favorita. A sétima temporada da série é a de qualidade mais discutível e o show já triunfou na categoria principal duas vezes por suas quinta e sexta temporadas. A grande favorita na categoria é “ The Handmaid´s Tale ”, que venceu em 2017 por sua primeira temporada e deu à plataforma de streaming Hulu, o posto de primeira empresa de streaming a triunfar na principal categoria da premiação – para desespero da Netflix.

Com a segunda temporada de
Divulgação
Com a segunda temporada de "Westworld", a HBO espera manter o legado de maior número de vitórias no Emmy


Leia também: Netflix resgata comédias românticas como estratégia para fidelizar público jovem

A Netflix concorre com “The Crown” e “Stranger Things”, enquanto a HBO ainda tem a segunda temporada de “Westworld” na briga. Mas quem pode realmente surpreender o favoritismo da disptopia do Hulu é a última temporada de “The Americans”, o drama de espionagem oitentista do FX. A produção, largamente premiada pela crítica, sempre foi ignorada pela Academia de TV. Nos últimos anos passou a ser lembrada nas categorias de atuação e agora, em seu crepúsculo, pode ter uma despedida memorável.

A última temporada de
Divulgação
A última temporada de "The Americans" pode ser a grande surpresa do Emmy em 2018


“This is Us”, única representante da TV aberta na disputa, deve levar alguma coisa, mas apenas faz figuração na disputa principal. Suas maiores chances estão com Sterling K. Brown. O ator ganhou em 2016, com “American Crime Story: People VS O.J Simpson”, e em 2017, com o primeiro ano de “This is Us”. Sua concorrência, no entanto, é intensa e Jason Bateman (“Ozark”) e Matthew Rhys (“The Americans”) são opções possíveis.

Entre as mulheres, Elizabeth Moss (“The Handmaid´s Tale”) pode ver a consagração da sempre competente Sandra Oh, competindo com a novidade “Killing Eve”. Mas não se pode subestimar as chances de Keri Russell por “The Americans”.

Comédias sérias no Emmy

Divulgação
"The Marvelous Mrs. Maisel" pode triunfar entre as comédias no Emmy


A categoria das comédias alia nostalgia, críticas potentes e análises ácidas do ser humano e do meio. “Atlanta” e “Black-ish” observam com acidez a questão racial na América, enquanto “Barry” mostra um assassino de aluguel entrando em contato com seus sentimentos e descobrindo o desejo de ser ator – é a melhor série nova do ano, mas tem chances pequenas de triunfar.

Já “Glow” e “The Marvelous Mr.s Maisel” abordam a agenda feminista de uma maneira completamente criativa e irresistível.A segunda, da Amazon Prime Video, é a grande favorita. Completam a lista “Unbreakable Kimmy Schmidt” (Neflix) e “Sillicon Valley” (HBO) e “Curb Your Enthusiasm” (HBO), uma antiga favorita da Academia de volta com uma temporada temporã.

Sem “Veep” em disputa, a Academia será forçada a fazer uma nova escolha, mas pode se sentir tentada a fazer uma velha escolha. Por isso a série de Larry David tem boas chances.  

Entre as minisséries, temos “The Assassination of Gianne Versace: American Crime Story”, que carrega a tocha de ser o único representante de Ryan Murphy no ano, “Godless”, um western belíssimo da Netflix, “Patrick Melrose”, drama do Showtime protagonizado por Benedict Cumberbatch, “Genius: Picasso”, em que Georfrey Rush vive o famoso pintor para a National Geographic, e “The Alienist”, uma thriller de época. O prêmio poderia ir para qualquer um, mas deve ficar mesmo com Murphy.

Leia também: "Game of Thrones" e reação da Netflix devem pautar indicações ao Emmy 2018

Emmy  2018 será realizado nesta segunda-feira (17) e será transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo canal pago TNT a partir das 20h.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.