Tamanho do texto

Pai acusa a série de ter falhado em discutir o tema do suicídio e acredita que produtores deveriam ser indiciados por falta de responsabilidade; confira

A série “13 Reasons Why” voltou a causar polêmica mais uma vez depois que um pai acusou o programa, Selena Gomez e seus produtores de incitar que sua filha se suicidasse. Após Mandy Teefey , mãe de Gomez, dizer recentemente que se recusa a pedir desculpas por seu papel na produção do programa, um pai veio a público criticar a situação afirmando que a fala da produtora era como um tapa na cara.

13 Reasons Why foi acusada de incitar suicídio de jovem de 15 anos
Reprodução
13 Reasons Why foi acusada de incitar suicídio de jovem de 15 anos

Leia também: Kanye West revela que já pensou em se matar: "O suicídio é sempre uma opção"

John Herndon e sua esposa encontraram sua filha de 15 anos enforcada em seu closet em abril do ano passado. A jovem chegou a ir para o hospital, mas acabou morrendo 10 dias depois. Após o episódio, os pais descobriram que a filha tinha assistido à " 13 Reasons Why " anteriormente e acusou Gomez de falhar ao trazer o tema para as telinhas.

Leia também: Kurt Cobain, Robin Williams e os famosos que se suicidaram

“Eu acho que isso apenas mostra o quão negligente a empresa [Netflix] era porque eles visavam especificamente crianças”, disse Herndon ao Radar Online. “É inacreditável. Eles querem lucrar com a miséria dos outros”.

Leia também: "13 Reasons Why" traz segunda temporada fraca e com dramas espetacularizados

"O comportamento de Selena é repugnante e desprezível", afirmou Herndon. “Ela recebeu a habilidade de criar algo que ela mesma não entende e nunca irá. Eu estou com nojo da mãe dela também”, opina. Ainda, de acordo com o pai, a empresa deveria ser indiciada por falta de responsabilidade.

13 Reasons Why não é um serviço público

Para pai, a série falhou em trazer uma boa mensagem
Divulgação
Para pai, a série falhou em trazer uma boa mensagem

Ainda, segundo o pai, a mensagem que a série passa não tem como o intuito alarmar a sociedade sobre a depressão ou o suicídio. “Esta não foi uma mensagem de serviço publico. Isso foi colocado de forma lucrativa. Foi feito para capitalizar a mágoa dos outros. Não há nada de redenção sobre isso”, acrescentou o pai.

Vale ressaltar que, na segunda temporada da série, um aviso de prevenção ao suicídio foi adicionado, além de informações sobre preservação da vida. Entretanto,  para Herndon, foi uma prática “muito tardia”.

A Netflix já anunciou que “ 13 Reasons Why ” terá uma terceira temporada no próximo ano.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.