Tamanho do texto

Sábado de muito calor trouxe em Interlagos não desanimou os fãs de bandas como Imagine Dragons e Pearl Jam. Veja como foi o 2º dia do festival

O sábado começou ensolarado no Autódromo de Interlagos para mais um dia de shows do Lollapalooza 2018. Com ingressos esgotados, o início da tarde se deu cheio para as apresentações das bandas brasileiras Liniker e os Caramelows e Ego Kill Talent. Apesar do apoio popular na estreia da cantora no festival, o show não pode ser finalizado devido a falhas técnicas que cortaram o som do palco Onix. Entretanto, o público cantou à capella uma de suas músicas mais famosas,  Zero  e, mesmo com a saída precoce da artista do palco, fez questão de clamar pela sua volta.

Leia também: Pearl Jam celebra a vida e "surfa" com o público em show memorável no Lolla

Público no segundo dia do Lollapalooza Brasil
Flickr/Lollapalooza
Público no segundo dia do Lollapalooza Brasil

Ego Kill Talent por sua vez tomou conta do palco Budwieser mostrando que o heavy metal brasileiro não morreu. Com um público cheio de energia – ainda que o sol do Lollapalooza transbordasse um calor escaldante – a banda trouxe os seus hits como a mais recente,  Last Ride , e ainda cantou “Parabéns para você” para Niper Boaventura, em um momento de descontração envolvente. Fãs de Pearl Jam, os músicos fizeram questão de expor o entusiasmo de dividir o mesmo palco que a banda e demonstrar a ansiedade para o grande headliner da noite.

Leia também: Investimento na novíssima cena musical brasileira compensa no Lollapalooza 2018

A tarde foi caindo com O Terno no palco Axe. Os músicos trouxeram um lado do rock brasileiro mais melódico com hits como  Ai, Ai, Como Me Iludo . Mais tarde, David Byrne, o fundador da banda Talking Heads, fazia um show performático e memorável no palco Onix que deixou parte do público impressionado e, a outra parte, sem entender muita coisa. A apresentação teve direito a uma banda de 11 pessoas, danças inusitadas e até mesmo um pequeno cochilo do vocalista no meio do palco. Apesar da estranheza que tenha causado, o saldo foi positivo, e Byrne foi aplaudido do início ao fim pela plateia.

O Imagine Dragons teve um dos shows mais concorridos deste sábado (24) no Lollapalooza 2018
Flickr/Lollapalooza
O Imagine Dragons teve um dos shows mais concorridos deste sábado (24) no Lollapalooza 2018

Enquanto o rap dominava o palco Perry no cair da noite com o show do Mac Miller, Mano Brown trouxe o funk para o palco transformando o Lollapalooza 2018 em uma grande pista de dança. Com letras românticas, o cantor deixou evidente o intuito do show para os seus fãs: Dance, Dance, Dance, como já diria a sua canção do “Boogie Naipe”. O público acompanhou o ritmo enérgico do palco, mas logo no fim do show o espaço já estava esvaziando pois ali a poucos metros, no palco Onix, os veteranos do Imagine Dragons retornariam para mais um show no festival. A banda mostrou que, apesar de estar presente em diversas edições, seu público é fiel e se emociona em cada apresentação. Com um show lotado, muitas pessoas reclamaram do som, que não alcançava aqueles que estavam mais distantes do palco.

Leia também: Lollapalooza abre com espaço para todos os sons, política e gosto de quero mais

A grande quantidade de pessoas também se fazia presente já na frente do palco Budweiser, onde o headliner Pearl Jam iria se apresentar. A banda de Seatlle veio pela segunda vez ao evento – tendo sido a primeira em 2013. Apesar de já ser uma figurinha carimbada para muitos fãs do Lollapalooza, o grupo conseguiu entregar um show repleto de discursos políticos e com muita energia fazendo o público realmente se sentir vivo, como já anuncia  Alive , um dos maiores hits de sua carreira.

Mano Brown se apresenta no Lollapalooza 2018
Flickr/Lollapalooza
Mano Brown se apresenta no Lollapalooza 2018

O show ainda contou com a presença do criador do festival, Perry Farrel, que celebrou o seu aniversário ao lado da banda com Montain Song, do Jane’s Addiction. Mais tarde, Eddie Vedder, o vocalista da banda, celebrou outro cenário: “Impressionante. Vocês fizeram do Brasil a capital mundial do Rock N’ Roll”. A banda se apresentou por mais de duas horas no Autódromo de Interlagos, tendo executado o bis já com as luzes acessas, mas o público não arredou o pé do palco até que a última canção fosse executada e foram embora após os fogos de artifício cantarolando algum dos grandes hits da banda que foram apresentados durante o show.

Apesar da despedida forçada na noite deste sábado (24), o Lollapalooza 2018 não acabou! O festival ainda traz Lana Del Rey, The Killers e Wiz Khalifa neste domingo (25) para mais um dia de shows com ingressos esgotados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.