Tamanho do texto

O festival "É Tudo Verdade" acontece entre os dias 12 e 22 de abril em São Paulo e no Rio de Janeiro. Mostra apresenta documentários inéditos no País

O “É Tudo Verdade - Festival internacional de documentários”, responsável por ocupar as telas brasileiras com grandes produções do gênero, acontece entre os dias 12 e 22 de abril. O evento contará com duas aberturas, a primeira no Auditório Ibirapuera em São Paulo, no dia 11, e a segunda na Cinemateca do Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro, no dia 12.

Leia também: Simone & Simaria, Alok e Jetlag são destaques do Tim Music Festival em SP e RJ

Festival
Divulgação
Festival "É Tudo Verdade"

O Festival “ É Tudo Verdade ”, fundado e dirigido por Amir Labaki , está em sua 23ª edição e traz em sua mostra a cineasta americana Pamela Yates como homenageada de 2018. “É um privilégio lançarmos mais uma safra excepcional de documentários, notadamente brasileiros”, observou Labaki na coletiva que apresentou aos jornalistas a safra de filmes deste ano.

Leia também: Lollapalooza: organização do festival divulga horários dos três dias de shows

Cena de
Divulgação
Cena de "Espera", participante do festival

Amir ainda contou sua expectativa para a estreia. “É uma honra imensa iniciar o 'É Tudo Verdade' em instituições tão míticas nas duas cidades... Ainda mais, ao apresentar as estreias de retratos tão sensíveis e carinhosos de personalidades igualmente vinculadas às histórias culturais contemporâneas de São Paulo e Rio de Janeiro”.

Filmes

A competição de longas e médias-metragens apresentará cerca de 47 filmes, todos em estreia no País. No time brasileiro temos como destaque " Espera ", que é dirigido por Cao Guimarães e trata como tema principal a espera e suas mais variadas manifestações, e " Ex-Pajé ", dirigido por Luiz Bolognesi, que conta a história de Perpera, que viveu na floresta sem contato com os brancos até os 20 anos de idade.

Leia também: Paolla Oliveira vive história de amor com Ricardo Pereira em "Alguém Como Eu"

Outro filme que se sobressai, e será exibido em sessão especial, é " O Processo ". Dirigido por Maria Augusta Ramos , o longa gira em torno do processo que culminou no impeachment da presidente Dilma Rousseff. Com mais de 400 horas de material filmado, as imagens contam com reuniões e discussões que aconteceram pelos corredores do Congresso Nacional. A produção já foi premiada no festival de Berlim.

Cena de
Divulgação
Cena de "O Processo", participante do Festival

Já representando os EUA, " Filmmakers Unite: Uma Resposta Coletiva ao Governo dos Estados Unidos ", dirigido por Ellen Bruno e Jay Rosenblatt, é um dos filmes internacionais que se destacam por documentar diversos pensamentos e sentimentos sobre a atual situação política nos Estados Unidos. Além dos filmes presenciais, cinco diretoras brasileiras que marcaram o festival têm mostra on-line exclusiva no site do Itaú Cultural .

A programação completa do "É Tudo Verdade" pode ser conferida no site oficial do evento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.