Tamanho do texto

Novo longa do diretor, "15h17 - Trem para Paris", estreia nesta quinta-feira (8). Cineasta recria tentativa de atentado terrorista na França frustrada por três americanos. Heróis da vida real estrelam o filme e vídeo exclusivo do iG

"Eu nunca pensei, depois de tudo o que aconteceu, que iríamos interpretar a nós mesmos em um filme de Clint Eastwood ", diz o soldado Spencer Stone, que estreia como ator no filme "15h17 - Trem para Paris", que chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (8). Stone é um dos solados americanos que impediram um terrorista de executar um atentado em um trem que se deslocava de Amsterdã para Paris em 2015. 

Leia também: Oscar vê na ternura de "A Forma da Água" a receita para as dores do presente

Clint Eastwood e seu elenco estreante em registro dos bastidores de
Divulgação
Clint Eastwood e seu elenco estreante em registro dos bastidores de "15h17 - Trem para Paris", que estreia nesta quinta-feira (8) nos cinemas brasileiros

Clint Eastwood optou por fazer um filme que discute o conceito de heroísmo nos dias atuais com os heróis da vida real. Spencer Stone, Alek Skartalos e Anthony Sadler receberam, inclusive, Cavaleiros da Legião da Honra do governo francês à época. Agora eles recebem outra homenagem, de Hollywood, e de uma amneira bem inusual. Eles tem a chance de reviver a própria história em "15h17 - Trem para Paris" .

Leia também: Longa chileno com protagonista trans leva o Oscar de Filme Estrangeiro

"Não se trata de uma arte intelectual, mas emocional", observa Clint Eastwood sobre a opção por filmar tudo no local onde realmente aconteceu. Neste vídeo exclusivo do iG , Esatwood e seus protagonistas contam sobre a produção, a experiência de reviver um momento tão singular e definitivo e o que foi mais desafiador para esses soldados em um set de filmagens.

Leia também: Netflix confirma 5ª temporada da série "Black Mirror"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.