Tamanho do texto

Tatá Werneck foi a salvação de um painel cheio de problemas e que apresentou algumas das apostas da Globo, como “Deus Salve o Rei”

Em um movimento para se aproximar do público jovem a Globo aumentou sua presença na Comic-Con brasileira e para seu painel na edição de 2017 trouxe “ Deus Salve o Rei ”, próxima novela das 19h que estreia em janeiro, como carro-chefe. Foram muitos making-ofs exibidos durante o painel que contou com a presença das três principais estrelas da produção. Bruna Marquezine , usando coroa, Marina Ruy Barbosa e Tatá Werneck falaram sobre suas personagens e a emoção de participar de algo pioneiro na teledramaturgia brasileira.

Leia também: Fernanda Montenegro é tratada como "Mulher-Maravilha" e emociona na CCXP

Marina Ruy Barbosa, Tatá Werneck e Bruna Marquezine no painel da Globo na CCXP
Divulgação/CCXP 2016
Marina Ruy Barbosa, Tatá Werneck e Bruna Marquezine no painel da Globo na CCXP

“Nunca foi feito algo assim no nosso País”, disse Marquezine após informar que estava emocionada com o featurette exibido antes de sua entrada. “Ainda não tinha visto gente”. A Globo aposta que a novela pode ser um hit mesmo entre aqueles mais resistente às novelas. “Nos miramos muito nas séries, mas mais no escopo da linguagem observou o autor Daniel Adjafre.

Leia também: Lendas de X-Men falam sobre a história dos quadrinhos na CCXP2017

O diretor Fabrício Mamberti, no entanto, admitiu que “ Game of Thrones ”, como a internet já suspeitava, é uma referência vívida para a produção, mas listou outras como “Vikings” e “Robin Hood”. “Game of Thrones”, aliás, só não fez mais sucesso durante a apresentação do que Tatá Werneck. A atriz e apresentadora do “ Lady Night ” sabe ganhar um público, mesmo um público ressabiado, como o que era maioria no painel da Globo (a maior parte estava ali à espera do painel da FOX que viria a seguir). Ela improvisou um “funk medieval” e fez Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa requebrarem até o chão. Foi, nesse lampejo de descontração, o grande momento do painel da Globo que no geral pouco cativou a audiência que permanecia arredia, mesmo com a insistência dos apresentadores por “barulho”.

Painel da Globo
Divulgação/CCXP
Painel da Globo

Tatá foi mesmo a estrela da festa. Fez a alegria de um fã de Fortaleza, recebeu pedido de casamento e fez piada sobre Rafael Vitti quando indagada sobre sua personagem “libidinosa”. “O amor não preenche as necessidades dela, assim como acontece com muitas mulheres”, disse sobre Lucrécia. “Ou sou só eu? O Rafael Vitti vai até terminar comigo depois disso”, brincou antes de emendar: “pasmem, eu sou uma princesa”.

As atrizes falaram ainda sobre o figurino e a cenografia. “Queríamos sair dos estúdios e ir para a praça de alimentação nos exibirmos”, relatou Marina Ruy Barbosa que entregou que a produção causou muito burburinho nos bastidores da Globo.

Ausências e piadas sem graça

O painel da Globo não empolgou e não ajudou as ausências de Cauã Reymond e Sophie Charlotte que viriam a São Paulo falar da série “Ilha de Ferro”, mas ficaram presos no aeroporto no Rio de Janeiro em virtude das chuvas. O diretor Afonso Poyart tentou manter o pouco interesse disponível em alta, mas não obteve êxito.

Os apresentadores Rodrigo Fonseca e Fernando Caruso tentavam algumas piadas, mas só provocavam risadas nervosas, como quando submeteram Julio Andrade a fazer uma massagem cardíaca em Caruso, que “pediu desculpas pela ereção”. A ideia era promover a segunda temporada de um dos hits da Globo em 2017, “Sob Pressão”. 

Leia também: Confira as melhores imagens da CCXP 2017

    Leia tudo sobre: game of thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.