Tamanho do texto

Por conta de seu apoio ao BDS, movimento pró-Palestina, Waters não terá shows transmitidos nos canais de televisão da Alemanha

Cerca de cinco canais na Alemnha não querem expor os concertos de Roger Waters , ex-baixista do Pink Floyd, devido sua posição em favor ao Boycott, Desinvestimento e Sanções (BDS), movimento pró-Palestina.  Ele se juntou ao movimento em 2011. A televisão alemã está considerando o cantor o apoio do cantor como um gesto de  “antissemitismo”  e o baniu de suas transmissões.

Leia também: Roger Waters critica Temer: "Brasil, é essa vida que vocês realmente querem?"

Roger Waters fará show no Brasil em outubro de 2018
Divulgação
Roger Waters fará show no Brasil em outubro de 2018

Uma dessas emissoras, a RBB (Rundfunk Berlin Brandenburg) se pronunciou sobre o caso relacionado aos shows de  Roger Waters . “É importante tomar uma posição clara com a comunidade judaica frente às acusações de antissemitismo contra ele”, disse Patricia Schlesinge, diretora do canal.

Leia também: Na era das opiniões, crítica e público se chocam na apreciação de filmes

O Conselho central de Judeus na Alemanha também se manifestou sobre o assunto. "A rápida e decisiva reação dos radiodifusores ... é um sinal importante de que o antissemitismo desenfreado contra Israel não tem lugar na Alemanha", disse Josef Schuster,  presidente do Conselho.

Leia também: Roger Waters quer tocar "The Wall" no muro de Donald Trump

De acordo com Marek Lieberberg, diretor da turnê de Waters, os judeus alemães podem estar certos em se preocupar com "um antissemitismo" na Alemanha, mas a decisão dos radiodifusores de não exibir nenhum concerto era "absolutamente ridícula", disse Marek.

O cantor Nick Cave também havia se pronunciado sobre as atitudes nas terras alemãs referentes ao BDS. "De repente, tornou-se muito importante fazer uma posição contra as pessoas que estão tentando desligar músicos, intimidar músicos, censurar músicos e silenciar músicos ... “, disse Cave.

O ex-Pink Floyd estará no Brasil em outubro de 2018 com sua nova turnê “Us & Them”.

O movimento:

O BDS acontece desde 2005 como uma campanha não-violenta para pressionar Israel a prestar atenção ao direito internacional e acabar com a ocupação de território palestino, e é visto por muitos como uma tentativa de boicotar Israel.

Roger Waters é um membro bem presente no movimento, sendo assim, a Alemanha não quer a transmissão de seus shows . O país tem procurado distanciar-se do Holocausto nazista e se tornar um dos aliados mais próximos de Israel.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.