Tamanho do texto

Renovando seu quadro de integrantes, academia investe em diversidade; Gal Gadot, Kleber Mendonça Filho e Kristen Stewart são algumas das novas adições da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood

Nos últimos anos as cerimônias do Oscar foram marcadas por polêmicas: discursos apontando o sexismo na indústria e racismo foram os principais focos de atenção da premiação. Na tentativa de reverter o quadro desfavorável e prestigiar diversos olhares, a academia divulgou nessa quarta-feira (28) a lista com 744 convites para novos membros, maior número de toda a história. Brasileiros, como Rodrigo Santoro, Cacá Diegues e Kleber Mendonça Filho, estão entre os nomes cotados para ingressarem na academia.

Leia também: Gafe histórica mascara triunfo surpreendente de "Moonlight" no Oscar 2017

Focando na diversidade, academia de cinema convida novos membros, entre o ator brasileiro Rodrigo Santoro
Divulgação
Focando na diversidade, academia de cinema convida novos membros, entre o ator brasileiro Rodrigo Santoro


Mais diverso

Com um número recorde de novos convites na história – 744 no total – a academia quer mudar o seu perfil que, atualmente, é dominado por homens brancos. Mais precisamente falando, o corpo de jurados do Oscar é composto 92% de brancos e 75% de homens, mas as críticas enfrentadas nos últimos anos mostram que isso já não reflete mais a realidade nem da indústria, nem do público. Como forma de apaziguar a desigualdade na premiação, os convites foram distribuídos para nomes de diversos países e etnias que preencham os resiquitos minímos para ter uma vaga na academia . Brasileiros relevantes para a indústria cinematográfica, como Rodrigo Santoro , foram contemplados pela ação da academia.

Leia também: "Deadpool" engrossa lista de esnobados no Oscar, mas por que tão séria academia?

Outro ponto inédito da movimentação está na relação entre os convidados para o corpo de jurados do Oscar: 39% dos indicados são mulheres, 30% são não-brancos e, no total, a lista contempla 157 países. Cheryl Boone Isaacs, presidente da academia que deverá deixar o cargo em breve, declarou que até 2020 a organização pretende dobrar a participação de minorias. 

Leia também: Relembre as maiores polêmicas da história do Oscar

Novos indicados

Walter Carvalho, diretor de fotografia de ''Central do Brasil'' recebe convite da academia
Divulgação
Walter Carvalho, diretor de fotografia de ''Central do Brasil'' recebe convite da academia

A lista de recrutados pela academia é extensa e procurou trazer nomes que, atualmente, estão em alta na indústria, como Chris Hemsworth ("Thor"), Gal Gadot ("Mulher-Maravilha"), Chris Pratt ("Guardiões da Galáxia") e os indicados ao Oscar Ruth Negga ("Loving") e Viggo Mortensen ("Capitão Fantástico"). Além de estrelas de Hollywood , alguns brasileiros também estão entre os cotados para a nova leva de jurados na academia. Rodrigo Santoro ("300") recebeu uma indicicação como ator, Walter Carvalho ("Central do Brasil") e Affonso Beato ("A Rainha") como diretores de fotografia, Cacá Diegues ("Orfeu") e Nelson Pereira dos Santos ("Como Era Gostoso O Meu Francês") como diretores de cinema , Kleber Mendonça Filho ("Aquarius") como diretor, Karim Aïnouz ("Madame Satã") e Mauricio Zacharias ("Melhores Amigos") como roteiristas e Heloísa Passos ("Manda Bala") como documentarista.