Tamanho do texto

A atriz foi lançada como irmã de Vivi Fernandez e iniciou sua carreira aos 21 anos após gravar vídeo íntimo com o namorado e ganhar seu incentivo

É de se imaginar que a caminhada de uma atriz pornô não seja das mais fáceis, principalmente pela exposição que elas vivem em uma profissão (ainda) cercada de muitos preconceitos, mas para Fernandinha Fernandez, hoje com 29 anos, talvez a dificuldade não tenha sido tão grande. Em entrevista exclusiva ao iG , a atriz fala sobre o início de sua carreira, sua trajetória até aqui e os problemas que enfrentou - ou não - até chegar onde chegou e ser lançada como a irmã de Vivi Fernandez .

Leia Também em Sexografia: "Quem quer ser do pornô tem que ter uma cabeça legal", diz ator Big Macky

Fernandinha Fernandez foi incentivada pelo próprio namorado a seguir carreira como atriz pornô
Reprodução/Instagram
Fernandinha Fernandez foi incentivada pelo próprio namorado a seguir carreira como atriz pornô

A carreira de Fernandinha Fernandez começou há oito anos, na época ela tinha 21 anos e quis engatar como atriz, mas sua história acaba sendo bem diferente do imaginável desde seus incentivadores até a forma como ela leva a vida e enxerga opiniões alheias.

Leia também em Sexografia: Pornografia: modelo tradicional definha enquanto gigantes da tecnologia crescem

O incentivo veio de onde menos podemos imaginar: seu namorado. "A gente gravou um vídeo íntimo no celular, ele gostou e falou que eu levava jeito para gravar", conta ela. "Sempre fui muito sexual, sempre gostei muito tanto de sexo quanto de me exibir". E foi por isso que Fernandinha decidiu procurar um produtor lá em Porto Alegre, onde ela nasceu.

A atriz encontrou um produtor que precisava de algumas meninas, gravou uma cena e foi bem, tanto, que foi convidada para sair como a irmã de Vivi Fernandez. O problema é que a expectativa foi grande e a decepção maior ainda. "Eu achei que ia combinar bem com o que eu gostava, mas eu comecei a gravar com o pensamento de que se eu fosse boa naquilo e as pessoas me vissem, eu receberia muitas propostas, na verdade, eu me comparei com um jogador de futebol", explica. "Depois fui ver que coisas não eram bem assim. Eu fui mal encaminhada porque eu entrei nisso sozinha e tudo o que eu sei hoje, eu descobri sozinha, não tinha ninguém para me orientar", completou.

A atriz foi lançada como a irmã de Vivi Fernandez, também atriz pornô
Reprodução/Instagram
A atriz foi lançada como a irmã de Vivi Fernandez, também atriz pornô


Leia também: Site pretende resgatar cultura do nu com colaboração de internautas

Dia-a-dia, trabalhos e dificuldades

Fernandinha Fernandez não teve grandes dificuldades ao longo de sua carreira. Se o seu namorado a incentivou a se lançar como atriz, os namorados seguintes também não viam muito problema com a profissão da namorada. "Eu já tive problema com ciúmes, é normal, mas tem que saber controlar", conta ela.

Família? Também não foi um empecilho, já que ela nunca teve uma boa relação com seus pais. "Não procurei saber muito a opinião da minha família nem o que eles pensavam. Todo mundo descobriu, é claro, mas eu não ligo, então, para ser sincera, o que eles pensam não me interessa".

O problema mesmo é no bolso, já que o retorno financeiro não é nada bom. Segundo Fernandinha, as empresas costumam pagar de R$ 300 a R$ 500  por cena e as meninas costumam fazer cerca de 2 a 3 por semana. "Eu não tenho contrato com ninguém, faço quando tenho vontade ou quando me chamam", revela. Talvez por conta disso, ela resolveu investir em outros trabalhos como o trabalho em um site de webstripper, onde ela conversa com homens e ganha por minuto, shows pela webcam, além de fotos e vídeos.


Leia também: Vídeo de gravação de filme pornô em praia viraliza na web

Preconceito

Fernandinha Fernandez finaliza falando que nunca sofreu qualquer tipo de preconceito por suas escolhas, mas isso se deve muito a sua personalidade, que é "imponente" segundo ela, "E outra, elas (pessoas) conhecem além da Fernandinha dos filmes, isso ajuda também para que não sofra nenhum tipo de preconceito", pontua.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas