Tamanho do texto

O episódio que foi ao ar no último domingo (19) exibiu o reencontro entre Daryl e Carol emocionando os fãs e até mesmo os atores da série. Confira

Diante de um cenário apocalíptico com diversos conflitos – muitas vezes fatais – entre os sobreviventes, reencontros entre amigos parecem ser muito mais emocionantes que o normal. No último episódio de “The Walking Dead”, que foi ao ar neste domingo, Daryl Dixon (Norman Reedus) reencontrou Carol (Melissa McBride) depois de um bom tempo sem saber direito o paradeiro da amiga. Entretanto, para Reedus, o episódio foi emocionante até nos bastidores.

Norman Reedus, Daryl Dixon de The Walking Dead, afirmou que tem uma forte amizade com Melissa McBride (Carol)
Reprodução
Norman Reedus, Daryl Dixon de The Walking Dead, afirmou que tem uma forte amizade com Melissa McBride (Carol)


Leia mais: “The Walking Dead” volta com carência de Negan e problemas de sempre

“Nós sentimos saudades um do outro durante todo esse tempo", revelou o ator de “The Walking Dead ” para a Entertaiment Weekly. "É estranho. Eu e ela nos falamos quando não estamos filmando e nós estávamos tipo ‘como você está?’ - é bizarro! Então foi uma reunião meio agridoce. Nós gostamos, mas não gostamos de estar separados. E isso vale para muitos de nós. Há certos personagens que assim que eles vão, nós começamos a chorar. É meio bobo. Mas ela definitivamente é uma dessas para mim”, completou Reedus.

Leia mais: Primeira parte de "The Walking Dead" não agradou nos bastidores

O encontro, por sua vez, não foi a única coisa que emocionou os fãs. No episódio, Daryl também acabou mentindo sobre o paradeiro de Glenn (Steven Yeun) e Abraham (Michael Cudlitz) para Carol, tentando amenizar a dura realidade que enfrentaram nos últimos tempos. “Ela precisa ouvir aquilo. Ela está passando pelo seu próprio momento e há uma razão por que ela se separou e não quer mais ser uma assassina. E ela está se perdendo, e eu acho que Daryl percebe isso. É uma atitude bem altruísta. Ele diz a ela o que ela precisa ouvir para seguir em frente. Ele faz isso por ela”, explicou Reedus sobre a atitude de seu personagem. “Acho que ele percebe que ela precisa se segurar em alguma coisa. Ela tem trabalhado para isso, e tem sido difícil para ela, e ele vê o quão difícil é para ela até mesmo fazer a escolha que ela fez naquele momento", completou.

Leia mais: Michael Rooker acredita em final surpreendente para "The Walking Dead"

Novos amigos

O décimo episódio da sétima temporada de “The Walking Dead” também foi um marco para Daryl Dixon que fez uma nova amiga um pouco mais inusitada. “Assim que eu soube que haveria um tigre, eu fiz campanha pra isso! ‘Eu posso ter um momento com o tigre? O tigre pode gostar de mim? Eu posso ser amigo do tigre?’ Foi ridículo. E eles disseram ‘Tá bom, chega!’”, explicou o ator.

    Leia tudo sobre: The Walking Dead