A quarentena é um desafio para todo mundo, em especial para quem está passando esse período com crianças em casa . Mantê-los entretidos e ainda se organizar com o trabalho e com os afazeres da casa tem sido um dos maiores enfrentamentos.

Leia também: A incrível previsão da página 183 de "A Realidade de Madhu"

Pai e filho lendo um livro
Arquivo pessoal
Ler um livro pode ser um ótimo para um momento entre pais e filhos


Mas como já diz o ditado: “O livro salva!”, e uma ótima forma de entreter as crianças durante o período do isolamento social é o de contar histórias . Se vocês, pais ou responsáveis, não estão acostumados a essa prática, saibam que existem livros interativos e mais didáticos que auxiliam nesse momento, além de algumas dicas fáceis para você aplicar na hora da atividade.

Para a Letícia Chiochetta, atriz, contadora de histórias e arte educadora, o ponto de partida é que o narrador escolha uma história que ele goste muito, que ele já esteja familiarizado: “Se eu gosto da história, ela faz sentido para mim, eu percebo as possibilidades simbólicas e embarco na fantasia, é muito mais provável que meu filho também embarque junto comigo no mundo da imaginação”, explica Leticia.

Letícia Chiochetta com crianças
Arquivo pessoal
Letícia Chiochetta é contadora de histórias e dá dicas de como prender a atenção das crianças


Leia também: 5 dicas de livros bacanas para presentear a sua mãe

O que pode auxiliar muito nessa primeira escolha são as histórias mais conhecidas como fábulas (os clássicos infantis), histórias mais curtas e que com certeza em algum momento, vocês, pais, já leram ou assistiram ao filme. Um segundo passo seria reconhecer um assunto ou personagem de preferência do seu filho e usá-lo como protagonista. Isso certamente irá manter a atenção dele na leitura.

Outras dicas super úteis para as crianças de hoje em dia, conectadas cada vez mais cedo a videogames e celulares, são criar vozes para os personagens, usar objetos para simular ações que acontecem nas histórias – como lutas ou danças – e, claro, convidar a criança para participar dessa contação à maneira dela, onde carros voam e objetos podem falar. Afinal, esse é o momento delas e, como sugere Leticia, “embarquem junto com seus filhos no mundo da fantasia. ”

E se você é uma pessoa tímida apenas se permita reviver seu tempo de infância. Não cobre perfeição e aproveite o momento. Mostrar que está se divertindo é um aspecto muito importante para as crianças como nos explicou Leticia: “Os pais precisam lembrar que uma das coisas que a criança mais gosta é ver o interesse dos pais. É isso que desperta o interesse nelas. Portanto, seja você o que mais se diverte com a história”.

Leia também: "O Pequeno Príncipe visita São Paulo": a saudade do que a gente sempre teve

Livro AnimAção
Arquivo pessoal
Livro "AnimAção" é uma sugestão


Para finalizar, como sugestão de quem usou e adorou, um livro diferente em formato de baralho! Sim, o AnimAção (Literare Books) é uma espécie de baralho onde vocês (e seu filho) trabalharão valores como o autoconhecimento e o encorajamento enquanto se divertem e conhecem melhor os animais. Como não tem texto nem uma história montada, você pode usar todas as dicas que leu por aqui e tentar replicar!

Depois quero saber como foi!

Para dúvidas e sugestões: colunaquartacapa@gmail.com

    Veja Também

      Mostrar mais