Ludmilla e Bruna Karla
Reprodução/Instagram
Ludmilla e Bruna Karla


O trecho da participação de Bruna Karla no podcast "Positivamente" apresentado por  Karina Bacchi continua dando o que falar na web. É que, em um dos momentos do bate-papo, ela cita o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo e diz que só iria ao de um amigo gay, por exemplo, caso ele estivesse se casando com uma mulher.

Com a repercussão,  Ludmilla também resolveu deixar a sua opinião sobre as declarações no Twitter: "Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem 'porta-vozes' de Deus, descartam e fazem mal às pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são".



MC Carol
Reprodução/Instagram
MC Carol

Complementando o raciocínio, a  funkeira ainda fez os seguintes questionamentos: "Quantos de nós vamos precisar morrer gritando que isso não é uma escolha? Mais quanto tempo vamos precisar sofrer pelo direito de amar? Amor ao próximo? Que próximo? Respeito? Pra quem? Chega de ódio. Chega de homofobia. Chega de transfobia. Nós imploramos. Chega!".

Não demorou muito para os comentários começarem a surgir na publicação.  MC Carol de Niterói foi uma das primeiras. "Que? Meu Jesus, ridícula, prepotente, preconceituosa. Eu estou imaginando a expressão de Deus vendo esse vídeo assustado e assistindo à vida dela perfeita em 3D", disse, sem esconder a indignação.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários