Emilly Araújo e Maria
Reprodução/Instagram
Emilly Araújo e Maria


Emilly Araújo, que venceu a décima sétima temporada do "Big Brother Brasil",  publicou mensagens enigmáticas na sua página no Twitter e dividiu opiniões entre os fãs do programa da Globo. Tal situação ocorreu porque  ela falou da cultura do cancelamento e refletiu sobre qual o perfil das pessoas que são alvos do "tribunal da internet". Em linhas gerais, acabou se colocando no papel de "cancelada".

"Estou vendo aqui os santos da empatia. Só fico me perguntando onde que se escondiam quando eu estava no 'BBB' com apenas 20 anos após a maior perda da minha vida", manifestou-se a  gaúcha, provavelmente se referindo aos famosos que se solidarizaram com a  cantora e atriz Maria, de 21 anos, que foi desclassificada ao atingir Natália Deodato na cabeça com um balde no jogo da discórdia, realizado na segunda (14).


Leia Também

Em seguida, a  ex-sister refez o seu questionamento: "Onde se escondem até hoje, né? Seletividade, o nome disso". A partir daí, a coisa degringolou. "Entrou no reality depois da morte de sua mãe e ainda usou isso a seu favor", esbravejou a primeira. "Só Deus sabe o tanto de hate desnecessário que você passou, eu acompanhei", escreveu a segunda. Já a terceira provocou, ressaltando o tempo decorrido e indagando: "Ainda se vitimiza? Deus me livre".



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários