Renato Albani
Divulgação
Renato Albani


Renato Albani  está rindo à toa com o sucesso da sua recente turnê "Me Tornei Quem Eu Mais Temia", que rodou várias cidades do país e deixou bem clara a importância da arte e do humor para tornar tudo um pouquinho mais leve. Em seu novo stand up , ele aborda alguns hábitos e manias de pessoas mais maduras adquiridos depois que chegaram aos trinta.

Procurado pelo iG GenteAlbani topou falar sobre seu novo projeto e, no meio do bate-papo, revelou já ter realizado o sonho de se apresentar ao lado de  Rafinha Bastos e Fábio Rabin, que são suas inspirações aqui no Brasil, e o desejo de dividir o palco com dois artistas internacionais. Confira os melhores momentos na íntegra!

Renato Albani
Divulgação
Renato Albani



Leia Também

1. Como costuma ser recebido pelo seu público de São Paulo?
Os espectadores de São Paulo são incríveis. Estou em cartaz desde 2017 com vários shows, e eles sempre estão comigo. Costumam ser calorosos e carinhosos quando me prestigiam. Amo me apresentar nessa cidade que me recebeu muito bem.

2. Por que trazer um espetáculo sobre suas manias e hábitos depois dos 30 anos? Como surgiu essa ideia?
A comédia é dinâmica. Temos de estar sempre nos atualizando e, conforme as histórias vão acontecendo, nós as fazemos virar piadas. A graça é tirar sarro das coisas do nosso cotidiano, que acontecem diariamente com as pessoas, porque muita gente acaba se identificando.

3. Sonha em dividir o palco com alguém em especial? Quem seria?
Tenho a sorte de já ter feito show com todos os meus ídolos do Brasil, como o Rafinha Bastos e o Fábio Rabin, por exemplo, mas internacionalmente adoraria estar com Dave Chappelle e o Ricky Gervais.

4. Já tem um próximo projeto em vista? Qual?
Sim, algumas coisas novas vão surgir para as redes sociais, e o show inédito será lançado no ano que vem. Preparem-se, pois já está sendo escrito e promete arrancar boas risadas da galera que for assistir.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários