Rafinha Bastos
Reprodução/Instagram
Rafinha Bastos


Diante das mais de 300 mil mortes e da consolidação do Brasil como atual epicentro da pandemia, o pavor tem sido o principal sentimento da população. Um exemplo disso é Rafinha Bastos, que resolveu dar uma pausa nos novos episódios do podcast "Mais Que 8 Minutos": "Estou com um medo monstro do corona. As UTIs estão lotadas. É pegar esta merd* e morrer na fila do hospital. Decidi cancelar até as coisas melhorarem. Vou postando os que já gravei". 

O humorista e apresentador ressaltou que este tempo serve como abertura para refletir sobre escolhas pessoais e comunitárias e para imaginar um futuro possível: "Reduzi as publicações de segunda, quarta e sexta para segunda e quinta. Espero poder voltar a trabalhar em breve. É algo que eu gosto de fazer e fico feliz demais de saber que vocês estão curtindo", manifestou-se por meio do microblog Twitter. 

Até porque, na visão dele, "fazer on-line não dá" e "é muito deprê". Na sua concepção, prefere olhar no rosto da pessoa e se conectar, já que a conversa "funciona melhor assim. Acho que nem eu nem o público curte mais esses papos pelo zoom. Não parece conversa, parece aula", completou, fazendo referência à série de lives disponibilizadas nas redes sociais. Não faltaram comentários no post, como: "sensato", "que bom que tomou essa atitude", "feliz é você que ainda tem essa alternativa" e "fique bem e cuide dos seus".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários