Mercedes Sosa
Divulgação/Tribute2Life
Mercedes Sosa


Considerada a maior intérprete do folclore argentino, Mercedes Sosa se tornou uma das principais representantes da música latina no mundo. Sua brilhante trajetória, que superou todo tipo de dificuldades, convertendo-se em um símbolo de luta, é contada em "Mercedes Sosa – A Voz da Esperança", da editora Tribute2Life, sob o olhar atento de Anette Christensen.

Publicado originalmente em inglês, com traduções de Mariana D'Angelo, o projeto é fruto de mais de sete mil horas de pesquisa. Além da consulta bibliográfica, a escritora dinamarquesa teve acesso a gravações, participações em eventos, shows e entrevistas concedidas. Amigos, colegas e fãs revelam histórias nunca antes contadas ao público.


Em linhas gerais, a obra retrata a extraordinária vida e carreira de Sosa, que nasceu em 1935 e morreu em 2009, e mostra como a criação em uma família pobre da classe operária, o ambiente político da Argentina durante a ditadura militar e as aflições pessoais moldaram sua jornada.

O filho da artista e presidente da Fundação Mercedes Sosa, Fabián Matus, endossou o livro: "Uma nova e tocante perspectiva sobre a nossa amada Mercedes". Ele, porém, faleceu em 2019, ano de publicação da versão original.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários