Luciano Huck e Caco Ciocler
Reprodução/Instagram
Luciano Huck e Caco Ciocler


O ator  Caco Ciocler, que interpretou o João Aranha, da novela "Éramos Seis", da Globo, baseou-se na história do icônico navio que alavancou a carreira de Leonardo DiCaprio e Kate Winslet às alturas, em 1997, para repercutir a proliferação de casos suspeitos de fraude na vacinação contra a Covid-19.

"Sabe aquela cena do 'Titanic' com uns covardes bundas-moles cortando as cordas dos botes e atropelando os outros para tentar se salvar? Não faz lembrar essa gente que está inventando comorbidade para poder vacinar?", questionou por meio do Instagram, recebendo respostas positivas de Ingrid Guimarães, Fafá de Belém, Isis Valverde e mais alguns famosos.

Porém, ele não foi o único a demonstrar preocupação com as irregularidades, não.  Luciano Huck também usou as redes sociais para protestar: "É imoral e desigual, já que os mais pobres não têm acesso a esta 'indústria dos atestados'. É o velho jeitinho brasileiro. Flexibilidade ética não pode fazer parte da nossa cultura", disse via Twitter.


Em resposta ao comandante do "Caldeirão do Huck", uma usuária do microblog publicou uma imagem da  atriz Taís Araújo tomando a primeira dose do imunizante no último dia 19, ressaltando, em seguida: "Ainda que seja asmática, sua condição social lhe permite aguardar um pouco! Infelizmente, não pensou no próximo, egoísmo puro!".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários