Presidente Jair Bolsonaro e a jornalista Luciana Liviero
Reprodução
Presidente Jair Bolsonaro e a jornalista Luciana Liviero


Lembrada até hoje por conta do trabalho desenvolvido à frente dos telejornais "Fala Brasil" e "Record Notícias" e também como correspondente da RecordTV em Nova York, onde permaneceu durante três anos, Luciana Liviero fez duras  críticas ao presidente Jair Bolsonaro na gestão da crise gerada pela pandemia.

"De uma coisa Bolsonaro pode se orgulhar. Vai ficar famoso no mundo inteiro! Obviamente não por um bom motivo. Vai ganhar fama e fazer história como o lunático que infernizou a vida dos brasileiros e do resto do mundo com sua ignorância e prepotência", começou dizendo a jornalista e youtuber por meio do Twitter.


Ao continuar com as opiniões, ela ainda lembrou a superlotação nos ônibus circulando por São Paulo e Rio de Janeiro, mandando um recado para os governantes: "Não é possível falar em medidas de combate ao vírus ignorando milhões de brasileiros que usam transporte público diariamente. É inaceitável que sejam submetidos a esse risco! É preciso atender à demanda".

Depois, embalada por um sentimento de indignação, acrescentou: "Gostem ou não, o discurso de Lula nos faz lembrar o que é ser um presidente da república, um estadista e um líder. Bolsonaro nunca foi nem nunca será". Nesse caso, Liviero estava se referindo ao pronunciamento e à entrevista à imprensa que ele deu para comentar a anulação de suas condenações relativas a processos da Lava Jato.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários