William Bonner crítica Gilmar Mendes
Reprodução/Globo
William Bonner crítica Gilmar Mendes

Na terça-feira (09), além de alfinetar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , William Bonner respondeu durante o "Jornal Nacional" uma declaração do ministro Gilmar Mendes, que decidiu pela retomada do julgamento de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro.

Na fala rebatida por Bonner , Mendes acusa a imprensa de "se intrometer" na política. "Tudo isso não se realizaria sem um tipo de cumplicidade da imprensa, é bom que se diga isto. Este modelo de Estado Totalitário que se desenhou teve a complacência da mídia. Tudo tinha que ser noticiado dentro dessa perspectiva", afirmou Mendes.

Em resposta, o jornalista dissertou. "Em relação ao jornalismo da Globo, é preciso dizer que aqui nós nos dedicamos a registrar os fatos, com as suas repercussões e seus desdobramentos, como estamos fazendo agora na cobertura do julgamento da suspensão do ex-juiz Sérgio Moro", afirmou Bonner, sem citar diretamente o ministro.

O JN pegando fogo

Na edição de terça-feira (09), o apresentador também ironizou o pedido de ajuda realizado por Jair Bolsonaro à China. "O Brasil precisa de vacina, e para quem pede? Para a China!", disse ele. 

A fala repercutiu nas redes sociais, pois com frequência o chefe de estado complica as relações com os chineses. Há algum tempo, Bolsonaro culpou o país por não conter a Covid-19 e renegou a vacina que tanto pretende comprar agora. Assista ao vídeo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários