Luan Cavati, do reality show 'Soltos em Floripa'
Reprodução/Instagram
Luan Cavati, do reality show 'Soltos em Floripa'


"Agressão não tem justificativa, seja com quem for. A todos que hoje estão vendo essa realidade, sinto muito. Por sorte, pude corrigir de forma definitiva. Aos que vivem algum problema que já não sabem como fazer, lhes desejo Deus." Essas foram as palavras usadas por Luan Cavati, um dos participantes da segunda edição do reality show de pegação "Soltos em Floripa", para falar da sua expulsão por tentar agredir a sua até então namorada, Beatriz Garcia, e o ex-amigo Murilo Dias. 

As cenas, inteiramente gravadas antes da pandemia, fazem parte do terceiro episódio do programa do Amazon Prime Video e logo ganharam destaque no Twitter. "Só consigo imaginar o que o Luan faria com a Beatriz se o Murilo não tivesse segurado", escreveu uma internauta, reagindo ao ataque do modelo e influencer capixaba de 27 anos. Em seguida, outra publicou: "Essa nova temporada só me faz ter mais ranço desses machos escrotos". Já a terceira foi além e citou até a sua fé e religião: "E depois o 'cão' do Luan vem pagar de crente".

Porém, vale ressaltar que a conversão dele ao Evangelho se deu após a passagem pelo time do "Soltos em Floripa", como fez questão de frisar. Ao relatar que "o processo de libertação existe para aqueles que realmente desejam", revelou: "Mesmo tendo atitudes que até eu mesmo tive nojo, Deus recebe aqueles que se arrependem em verdade". Por fim, expôs uma vontade: "Que a mudança chegue à vida de todos os que buscam, e que nenhum passado seja capaz de apagar o que Ele tem para sua vida".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários