Dudu Camargo conseguiu vitória na Justiça contra Fabiana Martins dos Santos
Acervo pessoal
Dudu Camargo conseguiu vitória na Justiça contra Fabiana Martins dos Santos


Dudu Camargo conseguiu uma vitória importante na Justiça. A decoradora Fabiana Martins dos Santos, que havia se apresentado como arquiteta, o processou por calote e danos morais, pedindo uma indenização de R$ 120 mil por serviços feitos na casa do apresentador. Mas ele conseguiu provar em juízo que foi vítima na história, já que a autora da ação praticou diversos atos irregulares em seu nome. Além de inocentar o funcionário de Silvio Santos, o juiz ainda obrigou a falsa arquiteta a pagar os honorários advocatícios do rapaz, estipulados em R$ 10,7 mil.


Para entender todo o quiprocó, é importante voltar a fevereiro de 2020, quando os dois se conheceram. Uma amiga em comum os apresentou como arquiteta e ofereceu seus serviços em troca de divulgação nas redes sociais dele. Mas a conexão foi tão intensa e imediata que a simples parceria se transformou numa relação, digamos, familiar.

Eles se tornaram amigos inseparáveis. Dudu chamava Fabiana de "mãe", e ela o chamava de "filho". O envolvimento foi tão profundo que a decoradora invadiu a vida pessoal do apresentador.

Fabiana usava o carro de Dudu para fins pessoais, os dois fizeram algumas viagens de lazer juntos e tornaram-se confidentes. A decoradora penetrou tanto na vida do funcionário do SBT a ponto de se apresentar em alguns lugares como sua assessora pessoal. Além disso, também começou a cuidar da a "agenda amorosa" do rapaz.

A lua de mel acabou três meses depois, quando Dudu descobriu que Fabiana estava aplicando diversos golpes em seu nome. Muitos fornecedores de materiais de construção e de itens de decoração simplesmente não foram pagos porque o dinheiro que o apresentador do Primeiro Impacto transferia para a conta de sua "arquiteta" simplesmente não chegava aos prestadores de serviços.

Embora Fabiana tenha processado Dudu por falta de pagamento por seus serviços, ele conseguiu provar na Justiça que a autora do processo aplicou golpes em seu nome. E funcionava da seguinte maneira: ela informava a ele quanto havia gastado em determinada loja, ele fazia a transferência do valor ou entregava o montante em espécie.

Mas ao fazer os pagamentos, Fabiana arranjava uma maneira de desviar os valores e passou a forjar comprovantes de depósitos e transferências aos fornecedores. Quando eles se davam conta de que o dinheiro não havia entrado na conta, começavam a cobrar Dudu. Foi aí que ele percebeu que algo errado estava ocorrendo.

Funcionários que Fabiana contratou para trabalhar nas obras da casa de Dudu também não foram pagos, embora ele tenha entregue todos os valores à falsa arquiteta. Até mesmo a diarista que Fabiana contratou para trabalhar na casa do apresentador ficou sem receber por conta dos desvios.

O juiz Fernando de Lima Luiz, da 2ª Vara Civel do Foro Regional do Butantã do Tribunal de Justiça de São Paulo, também julgou improcedente o pedido de indenização por danos morais solicitado por Fabiana. No entendimento do magistrado, foi ela quem procurou a imprensa para tornar público o caso. 

Derrotada, Fabiana ficou sem os R$ 120 mil que ela pediu na ação e terá que pagar R$ 10,7 mil aos advogados de Dudu Camargo. O processo ainda cabe recurso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários