Dayane Mello sentada no sofá da sede de A Fazenda 13 durante briga com Rico Melquiades
Reprodução/Record
Dayane Mello sentada no sofá da sede de A Fazenda 13 durante briga com Rico Melquiades


O episódio lamentável protagonizado por Dayane Mello em A Fazenda 13 pode render desdobramentos bastante tensos à modelo. Ela usou uma faca para destruir de propósito um casaco de Rico Melquiades nessa segunda-feira (15), e muitos fãs do rapaz pediram para que ela fosse expulsa. Mas afinal, o que diz o contrato que ela assinou com a Record?

A coluna obteve uma cópia do acordo assinado por Dayane com a emissora e leu os dois anexos enviados à participante, onde constam cláusulas específicas sobre comportamentos violentos dentro do programa, que podem resultar em advertências, punições severas e até mesmo em expulsão do reality show.


O material tem diversas cláusulas, todas redigidas de maneira bem clara, para que o participante entenda que ele sofrerá punições caso venha a oferecer qualquer tipo de perigo à integridade física de outros colegas no confinamento de maneira proposital. Ou seja, sim, o contrato diz que Dayane deve ser punida por seu ato. 

Dayane pode ser expulsa ou levar uma séria punição da produção por ter rasgado o casaco dele. O único porém nesta história é como Rodrigo Carelli, diretor do núcleo de reality shows da emissora, avaliou o caso. Como o contrato é cheio de brechas, há uma maneira até mesmo da modelo sair completamente ilesa dessa situação.

O ato da modelo esbarra em duas cláusulas do contrato, dos capítulos 4 e 5, que tratam de situações passíveis de advertências ou penalidades graves sujeitas a expulsão, respectivamente.

Leia Também

"Em caso de conduta ilegal ou má conduta, conforme determinação da Record a seu critério exclusivo, inclusive, mas não somente, machucar ou ameaçar machucar outros competidores ou a equipe de produção, comportamento violento, seja violência física ou verbal, ato criminoso ou trapaça", diz uma das claúsulas em que o ato de Dayane se encaixa. "Descumprir com qualquer das normas de conduta informadas pela produção do programa, ao competidor, durante o workshop", diz a outra.

Todos os participantes receberam um treinamento de conduta ainda no hotel, antes de entrarem na sede. Nele, receberam a instrução de não violarem qualquer item físico de dentro do confinamento. E foi exatamente isso que Dayane fez.

Mas o contrato é cheio de brechas, e quase todas as cláusulas trazem consigo a observação de que tais atos serão submetidos a uma avaliação interna, e a Record não se obriga a prestar esclarecimentos sobre sua decisão após fazer a acareação das situações mais degradantes.

Portanto, a Record pode expulsar Dayane da luta pelo prêmio de R$ 1,5 milhão. Mas também pode simplesmente fazer vistas grossas e seguir o programa como se nada tivesse acontecido e sem prestar qualquer tipo de esclarecimento ao participante e ao público.

A coluna procurou a emissora logo na manhã desta terça-feira (16) para saber qual conduta seria tomada no caso de Dayane Mello, mas até a publicação deste texto não houve qualquer tipo de resposta.

Assista ao momento em que Dayane rasga a blusa de rico com uma faca:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários