Dayane Mello usou uma faca para destruir um casaco de Rico Melquiades
Reprodução/Record
Dayane Mello usou uma faca para destruir um casaco de Rico Melquiades


Dayane Mello ultrapassou todos os limites em A Fazenda 13. Tida como uma das favoritas ao prêmio de R$ 1,5 milhão no início da temporada, a modelo começou a traçar uma rota complicadíssima no jogo, e nesta segunda-feira (15) ela teve uma atitude extremamente violenta: pegou uma faca e rasgou um casaco de Rico Melquiades, seu rival no programa.

Isso é preocupante demais. Se em um acesso de raiva ela teve a coragem de pegar uma faca para destruir uma peça de roupa de um inimigo, quem pode garantir que ela não usará o utensílio em um momento de eventual descontrole? Ela se tornou um perigo enorme a todos os participantes de A Fazenda 13. E a Record precisa agir o quanto antes.


Esta não é a primeira vez que Dayane ultrapassa os limites dentro do reality show. Suas falas carregadas de preconceito poderão fazê-la responder pro processos após o jogo. Eu listo aqui cinco motivos para a Record expulsá-la imediatamente da competição:

Perigosa e descontrolada

Dayane usou uma faca de corte para rasgar uma blusa de Rico. Por mais que não configure uma agressão física, esse ato mostra que a participante já não está mais medindo as consequências de seus atos. Para ela voltar a fazer uso desta "arma" basta ser provocada. A integridade física e até mesmo a vida de todos os participantes agora estão sob risco. E a Record não pode esperar o pior acontecer para tomar uma decisão.

Leia Também


Racismo

A modelo já teve diversos discursos racistas dentro do reality, que são um enorme desserviço à sociedade e ainda reforçam um pensamento preconceituoso, contra o qual os negros lutam diariamente. Dayane já falou que pele morena não configura uma beleza elegante, e ainda ficou impressionada por Mileide Mihaile ter um cabelo tão bonito sendo que ela nasceu com a pele mais escura. Fora isso, também falou que o Nordeste do Brasil só tem "pessoas de cor".

Xenofobia

Dayane já debochou de Marina Ferrari por conta de seu sotaque nordestino. E também fez comentários xenofóbicos a respeito dos hindus e dos índios, a quem chamou de "raças estranhas".

Machismo

Por incrível que pareça, Dayane se mostrou bastante machista em alguns momentos no programa. Apaixonada por Nego do Borel, ela criticou Duda Reis, dando a entender que a atriz exagerou em suas acusações de estupro e tortura psicólogica praticadas pelo funkeiro. Puro desserviço a todas as mulheres que lutam contra seus abusadores.

Gordofobia

No Big Brother da Itália, Dayane conseguiu ser odiada pelo público por conta de suas falas gordofóbicas, e em A Fazenda ela voltou a se manifestar de maneira pejorativa. Seu alvo foi Valentina Francavilla, que experimentava um biquíni e teve o corpo criticado pela modelo. Dayane disse que a barriga da assistente de palco estava inchada e sugeriu que ela fizesse uma dieta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários