Caio Coppolla posa ao lado de Tutinha, dono da Jovem Pan News, após assinar o contrato
Reprodução/Instagram
Caio Coppolla posa ao lado de Tutinha, dono da Jovem Pan News, após assinar o contrato


Menos de uma semana após ser demitido pela CNN Brasil , Caio Coppolla foi recontratado pela Jovem Pan News. Em um comunicado, o youtuber alfinetou o canal de notícias ao dizer que na nova casa ele terá "liberdade de expressão", já que no antigo emprego ele passou mais de seis meses na geladeira após desagradar o Jornalismo com seus discursos.

"Voltei! Em cerimônia solene (com o Tutinha vestindo traje de gala) assinei contrato de exclusividade para a Rádio & TV com a Jovem Pan News, uma emissora ao mesmo tempo tradicional e disruptiva, em que impera a LIBERDADE DE EXPRESSÃO – um artigo de luxo na imprensa brasileira, tão vassala de interesses econômicos, tão cooptada por agendas políticas e tão dependente do patrocínio de governos", escreveu ele, deixando em caixa alta a indireta à CNN, onde participou do quadro Liberdade de Opinião.


Na Jovem Pan News ele apresentará o programa Boletim Coppolla, programa que será exibido no horário nobre da TV e da rádio, onde ele emitirá suas opiniões e análises sobre o cenário político.

Leia Também

"Ter um programa que leva meu nome na grade da Jovem Pan é uma imensa HONRA; ser o redator, apresentador e editor do Boletim será uma tremenda responsabilidade; mas o sentimento que prevalece é o de alegria", escreveu.

Coppolla saiu da CNN Brasil pela porta dos fundos. Os apresentadores se recusavam a dividir a cena com o youtuber, e muitos pediram sua demissão por considerá-lo arrogante, soberbo e pouco letrado.

Na geladeira desde meados de março, ele provocou a ira da direção do canal ao negociar, na surdina, com a Jovem Pan, que chegou a anunciar sua contratação em janeiro. Caio era funcionário exclusivo do canal de notícias e foi vetado de atuar na rádio, sendo ameaçado de pagar uma multa milionária.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários