Giovana Angélica  nasceu em Padre Miguel, no Rio de Janeiro, sempre frequentou a quadra da Mocidade Independente de Padre Miguel, mas nem imaginava ser um dia a rainha de bateria da agremiação. E não é que o destino a ajudou a ocupar o posto mais cobiçado da escola?

Leia também: Glamour Garcia fala sobre preparação para Carnaval e pegação: "coração abalado"

Giovana Angélica arrow-options
Reprodução/Instagram
Giovana Angélica


Giovana Angélica vem à frente dos ritmistas, depois de ser musa em 2017 e 2018, e não esconde o orgulho. "Sou um deles, tenho o sangue verde", afirma Giovana, que é turismóloga e não fala muito da fantasia que já está pronta. "Só posso dizer que ela é sexy e muito luxuosa".

Leia também: Sem neuras, Fernanda Paes Leme fala de respeito, política e corpo para Carnaval

Com o enredo que homenageia a cantora Elza Soares, a Mocidade é a penúltima a desfilar na segunda-feira (24).O carnavalesco responsável pelo desfile é Jack Vasconcelos. Elza Soares já foi visitar o barracão da Mocidade na Cidade do Samba para ver os preparativos, alegorias e fantasias para a apresentação e aprovou. A forma como a escola escolheu contar a sua história também agradou. 

Rainha da Mocidade%2C Giovana Angélica arrow-options
Divulgação
Rainha da Mocidade, Giovana Angélica


    Veja Também

      Mostrar mais