O filme “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão” fez seu debut no Festival de Cannes nesta semana. A sessão teve entusiasmo da plateia, que aplaudiu o filme por 15 minutos. Após a exibição, o diretor Karim Aïnouz dedicou o trabalho às mães e às mulheres que resistem.

Leia também: De obra prima a desleixado, novo filme de Tarantino divide opiniões em Cannes

Filme sobre mulheres vítimas do patriarcado é aplaudido no Festival de Cannes
Divulgação
Filme sobre mulheres vítimas do patriarcado é aplaudido no Festival de Cannes

“O Brasil é um dos países que mais mata mulheres e também com o maior número de mães solo. Eu dedico este filme as estas e a todas as mulheres. Eu gostaria de homenagear não a sobrevivência, mas a resistência" disse Karim Aïnouz , que agradeceu a generosidade de Fernanda Montenegro, atriz convidada do longa exibido no Festival Cannes .

Leia também: Com espartilho apertado, Elle Fanning desmaia no Festival de Cannes

Exibido na mostra Um Certo Olhar, o filme conta a história das irmãs Eurídice (Carol Duarte) e Guida (Julia Stockler), que vivem espremidas entre seus sonhos e a moral conservadora da família, no Rio dos anos 1950. Trata-se de "um melodrama tropical”, define o diretor.

Em pouco tempo, o filme recebeu elogios de algumas das mais prestigiosas publicações do segmento de cinema. Segundo David Rooney, do The Hollywood Reporter , "o longa é um drama assombroso que celebra a resiliência das mulheres, cujas independências permanecem inalteradas, mesmo quando seus sonhos são destruídos pela sociedade patriarcal”.

Já para Lee Marshall, do Screen Daily , Karim prova que o “eletrizante e emocionante” filme de época pode ser apresentado de forma verdadeira e ao mesmo tempo ser um deleite. “É quase certo que o filme viaje para além do Brasil e dos territórios de língua portuguesa”, prevê ele, que alerta: “É melhor você deixar um lenço separado para as cenas finais”.  

Questionado sobre foco de sua obra, o cineasta nega ter apostado em um viés empoderado e mais político: “Não fiz um filme feminista, fiz um filme anti-machista. E não tratamos só de pessoas que tiveram que se submeter, que poderiam ter sido e não foram, falamos muito também sobre a rede de solidariedade que as mulheres construíam”.

  • O Brasil tem ouro não explorado

Abusando do indie com influências do pop e do rap, Victor Cronos lançou na última quinta-feira (23) o clipe da canção Underground . Entoando as melancolias da vida na faixa, o cantor buscou mostrar seu lado mais humano e humilde com o projeto.

“Estou feliz e realizado com esse lançamento. Todo o trabalho foi criado com carinho, cada detalhe foi pensado para que pudesse passar a verdade de tudo o que representa. Agora fico ansioso para ver a repercussão”, comenta o cantor com altas expectativas.

  • A mulher, a saúde e o cinema 
Mostra sobre saúde das mulheres exibe mais de 100 filmes em SP
Divulgação
Mostra sobre saúde das mulheres exibe mais de 100 filmes em SP

Segundo citado no livro de Angêla Saini "Inferior é o Caralh*", apesar de mulheres adoecerem com mais frequência, o organismo feminino nasce preparado para superar grandes impactos, o que prova como, apesar serem infectadas por inúmeras enfermidades ao longo da vida, as mulheres vivem mais que os homens. 

Focando na saúde feminina,  a 8ª Mostra Ecofalante abre, na próxima quarta (30), as portas para exibir 132 longas-metragens de 32 países que abordam de alguma forma a saúde das mulheres, em São Paulo. 

Entre os Filmes da temática está o inédito no Brasil “Mulheres Contra a AIDS”, de Harriet Hirshorn, o primeiro documentário sobre as mulheres na vanguarda contra a AIDS. Também se destacam entre as exibições "Frente Atômica", "Ebola: Sobreviventes" e mais filmes .

  • Após 30 anos, "Os Simpsons" continuam quebrando recordes
Divulgação/FOX
"Os Simpsons

Detentora do título de série mais longínqua da cultura pop, "Os Simpsons" estão prestes a celebrar uma nova conquista: a estreia de temporada mais longa da TV. A partir de quinta (30), às 22h00, três episódios da 30ª temporada da família amarela chegam ao canal Fox . Após o debut no canal pago, dois episódios novos serão exibidos toda segunda, também às 22h00.

Com mais de duas décadas de existência, "Os Simpsons" deve ter seu fim em breve. Porém, os admiradores da animação não ficarão orfãos. Matt Groenning, criador da produção, já está engajado em novos projetos, como "Desencanto",  disponível na Netflix, que já tem segunda temporada confirmada para 2019.

  • “Médicos Cubanos” são destaque na TV
Documentário sobre o programa Mais Médicos
Divulgação
Cena do documentário sobre o programa Mais Médicos

Há algum tempo, Jair Bolsonaro, atual presidente da república, dividiu opiniões ao declarar que "abandonaria" o programa Mais Médicos, que levava profissionais latino-americanos para munícipios mais afastados das grandes capitais. 

Mostrando outra visão do mesmo assunto, o Canal Brasil exibe nesta sexta (24), às 19h20, o documentário "Médicos Cubanos", que retrata a jornada de três profissionais que atuam no programa. 

  • Mais sobre "A Vida Invisível de Eurídice Gusmão"

Para chegar ao roteiro final, assinado com Murilo Hauser, Karim entrevistou mulheres entre 70 a 90 anos. Durante o papo ele abordou a adolescência a iniciação na vida amorosa. Sobre isso ser conteúdo para algo maior, ele não titubeia.

“Penso em publicar esse material porque acho que uma coleção de entrevistas com pessoas dessa idade ia fazer a gente se sentir menos sozinho”, pondera ele, que escalou Fernanda Montenegro para viver, em participação especial, a Eurídice da fase madura.

Leia também: Marina Ruy Barbosa faz a deusa brasileira e impressiona com suas fotos em Cannes

Apesar de “ A Vida Invisível de Eurídice Gusmão ” ter feito grande alarde no Festival de Cannes , o longa só chegará em solo brasileiro em novembro de 2019.

    Leia tudo sobre: músicas

    Veja Também

      Mostrar mais