Tamanho do texto

Entrevista com a banda sobre cenário musical nacional, novidades do universo teatral e a programação da TV são destaques dos bastidores

Com o intuito de enaltecer a cena do rock’n’roll e trazer de volta a pegada do hard rock dos anos 80 e 90, a Suck This Punch é moldada por um som potente com riffs de guitarras pesadas e marcantes. A formação da banda fica a cargo de Tadeu Bon Scott (vocal), Celso Lopes (guitarra), Matheus Bonon (baixo) e Robson Santos (bateria).

Leia também: Promessa do rock nacional, banda "Premiere" lança EP com músicas autorais

Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional
Daniel Gonçalves
Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional

Presentes no cenário da música desde 2015, a Suck This Punch, fundada em Limeira, interior de São Paulo, leva esse nome com o propósito de remeter a concepção da banda : “Por ser forte e algo pesado, um soco na cara, acabamos aderindo esse nome mais agressivo”, explica o vocalista Tadeu Scott.

Leia também: Madonna diz que filho e governo Trump motivaram mudança para Portugal

Casando traços sonoros antigos com uma ideia nova, a divulgação do primeiro álbum acontece por meio das plataformas digitais , com músicas em inglês, tendo a escolha de um idioma não nativo por conta da sonoridade da voz do vocalista: “Não tem nada a ver com se a gente gosta mais de banda internacional do nacional, muito pelo contrário, a gente tem muito respeito pelas bandas do cenário underground e do submundo do rock’n’roll nacional”, explica.

A banda na estrada

Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional
Daniel Gonçalves
Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional

A respeito da produção de novas músicas, Tadeu conta que para o próximo álbum eles pretendem, acima de tudo, evoluir. “Não vai ser uma mudança. Vamos adicionar algumas qualidades que a banda necessita agora. Ela necessita mudança, necessita uma evolução, mas sem perder a ideia e essa essência de rock’n’roll”.

Destacando-se no cenário de novas bandas de rock, o grupo expõe que a dificuldade de uma banda autoral atualmente não é a produção, mas sim estar na estrada e fazer os shows. Além disso, revelando que o que mais ajuda o trabalho de uma banda é a inovação e o foco em um público alvo, que apoia o seu trabalho.

A indústria do rock

Sobre a atual receptividade da indústria musical com o rock, a banda afirma que o mercado não está totalmente aberto para todos os segmentos. “Para o rock alternativo mais atual, no nosso país, a gente vê muito movimento, mas quando a banda entra em um gênero menos comercial – mais underground ou fora dessa linhagem – é difícil ver um estímulo grande da indústria”, ressalta o baixista Matheus Bonon.

Bonon ainda enxerga que independente da qualidade da banda, tanto no nível técnico como em arranjos e letras, há apenas ajuda das “próprias bandas que participam daquele show e festival em questão”: “Não há grande estímulo, senão para os gêneros cujas vertentes do rock são emergentes e mais comerciais, atualmente”, completa o músico.

Destaque na cena autoral

Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional
Daniel Gonçalves
Banda Suck This Punch se destaca no rock nacional

Sem medo de mostrar o melhor do gênero musical, o conceito da Suck This Punch é mudar o contexto do rock e das bandas atuais. “A gente pensa em não fazer mais as mesmas coisas que estão sendo feitas desde 2000”, afirma Tadeu.

Os músicos também deixam explícito a pegada que o grupo quer levar pelos palcos. “A gente quer dar uma mudada na cena rock’n’roll, queremos trazer de novo aquilo dos anos 80 e 90, mas dar outra cara, mostrar para a galera que curte o rock, que gosta da cena, que gosta do trabalho antigo que ainda existem bandas boas”.

Com uma presença impactante no estilo musical, a Suck This Punch promete surpreender seus ouvintes. “O futuro da ‘Suck’ é isso! Movimentar a cena e mostrar para a galera que ainda existe rock’n’roll pesado e de qualidade”, finaliza o vocalista.

Cenário teatral quebra tabu

Peça de teatro prevista para setembro brinca com temas polêmicos da atualidade
Divulgação
Peça de teatro prevista para setembro brinca com temas polêmicos da atualidade

Com estreia prevista para setembro, a peça teatral “A Fábrica de Sonhos” já está dando o que falar. Produzido por Lilian Alencar, o texto é provocativo, polêmico, e toca na ferida da sociedade falando de tabus como preconceito, diversidade e da indústria do entretenimento para maiores de 18 anos, o pornô.

O enredo gira em torno de Tuca (George Sand), ex-empresário e dono de um cabaré de striptease. Ao redor de sua história, surgem sete mulheres: Cléo (Lilian Alencar) Cris (Naty Bittencourt), Gabi (Poliana Dandara), Penélope (Dani Farias), Joice (Gleyce Lima), Marlin, e Rose. Inovadora  e perspicaz, a peça promete sacudir o cenário cultural de Brasília a partir de setembro no Teatro Brasília Shopping.

Miguel Falabella imerge no autismo

Miguel Falabella escreve peça especialmente para Alessandra Maestrini
Divulgação
Miguel Falabella escreve peça especialmente para Alessandra Maestrini

E as novidades no teatro não param por aí. A peça “O Som e a Sílaba” escrita por Miguel Falabella, está entre as mais comentadas do momento. Concebida e escrita especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, cantoras-atrizes com registro lírico, a obra retrata a história de Sarah Leighton, uma mulher diagnosticada com autismo altamente funcional, e Leonor Delis, sua professora de canto.

Juntas, as personagens superam suas diferenças, auxiliam-se em momentos difíceis e ajudam no crescimento pessoal uma da outra - apesar das dificuldades de comunicação. 

A Copa do Mundo dos maquiadores!

GNT renova
Divulgação
GNT renova "Superbonita", mas renova formato para fazer competição de maquiagem com especialistas da área

Já na TV a cabo, a GNT reserva novidades para os telespectadores. Estreia nesta quarta-feira, 08 de agosto, às 22h30, o novo formato da atração “Superbonita”.

A partir de agora, o programa passará a ser uma competição de maquiagem e contará com duas apresentadoras: a veterana Karol Conká e a youtuber Gio Ewbank. Enquanto isso, no júri, estão confirmados o maquiador Renner Souza e a youtuber e drag queen Lorelay Fox. 

Lexa retornou às paradas musicais

Lexa tem algo para dizer
Divulgação
Lexa tem algo para dizer

Já no mundo da música, os ventos começam a mudar para Lexa. Após casar-se com também músico Mc Guimê, sua carreira adquiriu pó e teias de aranha. Porém, em uma parceria inédita com o Mc Lan, a cantora retornou às paradas musicais com tudo.

 Intitulada Sapequinha, Mostra Esse Poder, a música de Lexa estreou nesta sexta-feira (03) em seu canal do Youtube e conta com sensualidade, ritmo chiclete e todo o beat que o funk pode proporcionar aos admiradores do gênero e da artista. Confira o clipe na íntegra:




Maroon 5 eletrônico

O septeto que compõe o outrora quinteto Maroon 5: tempos hiperbólicos no som e na formação
Divulgação
O septeto que compõe o outrora quinteto Maroon 5: tempos hiperbólicos no som e na formação

E não só a banda Suck This Punch e Lexa que estão em destaque no cenário musical! Com 500 milhões de visualizações no videoclipe e mais de 200 milhões, a canção  Girls Like You   do Maroon 5 e Cardi B ganhou o status de novo hit do momento. Sucesso nas paradas, a divulgação continua, agora, com um remix que inclui uma versão feita por St. Vincent. Confira como ficou:

Leia também: Promessa do rock nacional, banda "Premiere" lança EP com músicas autorais


    Leia tudo sobre: Youtube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.