Tamanho do texto

Gaga e Portman invertendo papeis no cinema, novidades da HBO e filme com trilha sonora de Odair José e Arnaldo Antunes são destaques dos Bastidores

Lady Gaga e Natalie Portman parecem ter muito pouco em comum, com exceção da fama. A primeira nasceu em 1986 nos EUA de uma família italiana e, embora tenha estudado atuação, se transformou em uma das maiores divas pop da música. A segunda nasceu em 1981 em Israel e trilhou desde nova uma carreira premiada como atriz. 

Lady Gaga e Natalie Portman invertem papeis em novos trabalhos no cinema e buscam uma indicação ao Oscar
Divulgação
Lady Gaga e Natalie Portman invertem papeis em novos trabalhos no cinema e buscam uma indicação ao Oscar

Agora, Lady Gaga e Natalie Portman parecem ter se cruzado de maneira curiosa, invertendo os papéis. Enquanto Gaga deixa os figurinos espalhafatosos de lado e encara uma persona introspectiva em sua estreia no cinema com “ Nasce Uma Estrela ”, Portman busca seu lado mais expansivo em “ Vox Lux ”, que estreia em dezembro nos EUA.

Leia também: "Nasce uma Estrela" triunfa ao costurar conflitos pessoais aos da fama

 “Nasce Uma Estrela”, remake do clássico que já teve outras três versões nas telonas, marcou a estreia de Gaga no cinema, depois de fazer sucesso na TV em “American Horror Story”. Dessa vez, porém, a artista se desfez de todos os artifícios que a fizeram famosa e apostou em uma versão mais simples de si para viver Ally. Sua interpretação é comedida e ela constantemente aparece sem maquiagem e com os cabelos naturais.

Lady Gaga e Natalie Portman invertem papeis: a primeira é comedida em
Divulgação
Lady Gaga e Natalie Portman invertem papeis: a primeira é comedida em "Nasce Uma Estrela" e a segunda uma diva pop em "Vox Lux"

Já Portman, cujo último papel de destaque no cinema foi como a primeira-dama Jackie Kennedy, costuma ser mais polida no jeito de falar e de interpretar, mesmo em papeis mais explosivos. Agora, ela “se monta” para viver a popstar Celeste, que poderia muito bem ter sido inspirada em Gaga.

Cheia de paetês, saltos altos e o cabelo pintado de prata, ela usa figurinos chamativos e incorpora uma diva, tanto nas apresentações suntuosas como na atitude. O filme mistura sátira e crítica social ao retratar uma cantora que fica famosa depois de sobreviver a um tiroteio em uma escola.

Leia também: Trilha sonora de “Nasce Uma Estrela” tem clássicos instantâneos e hits de sobra

Atormentada pelos traumas do passado, Celeste, como muitas celebridades que começaram muito jovens, parece se perder e o fator controvérsia é o que a atraia aos holofotes. Nesse sentido a personagem se difere de Gaga e se aproxima de outros exemplos, como Britney Spears ou Lindsay Lohan, mas é curioso que, no ano que Gaga se mostra, Portman se esconde entre camadas de figurino e paetê.

Estrelas do punk e da purpurina

Tilda Swinton e Nicole Kidman se arriscaram com visuais nada tradicionais em filmes recentes
Divulgação
Tilda Swinton e Nicole Kidman se arriscaram com visuais nada tradicionais em filmes recentes

Nos últimos anos, outras atrizes se arriscaram numa vertente entre o pop e o punk e mostraram seu lado purpurinado e cheio de atitude no cinema. Tilda Swinton foi Marienne Lane em “Um Mergulho no Passado” e, embora tenha passado a maior parte do filme em trajes de banho, é possível vê-la como uma estrela com trejeitos de David Bowie.

Já Nicole Kidman encarnou uma punk do espaço em “How To Talk to Girls at Parties” e embora, assim como Swinton, seja uma camaleoa, o papel tinha um visual bem distinto de outros da atriz.

Mais música e cinema

Divulgação
"Meu Álbum de Música" começa as gravações em São Paulo. Filme tem trilha assinada por Arnaldo Antunes e Aldair José

Começou a ser rodado na última semana em São Paulo o longa “Meu Álbum de Amores”, de Rafael Gomes. Protagonizado por Gabriel Leone, o filme conta a história de Júlio que leva um pé na bunda e logo em seguida descobre que seu pai não é o seu pai biológico.

Júlio descobre que seu pai é Odilon Ricardo, um famoso cantor brega dos anos 70, que acaba de falecer e lhe deixa de herança a casa onde sempre viveu, um forte DNA musical que Júlio nunca soube que tinha e, principalmente, um irmão que é em tudo diferente dele, Felipe (Felipe Frazão). O filme conta com trilha sonora original de Odair José e Arnaldo Antunes e tem ainda Laila Garin, Maria Luisa Mendonça e Lorena Comparato no elenco.

É de casa

A Warner Channel decidiu mostrar como é sua casa, e a partir do dia 1º de novembro abrirá suas portas para o público. Quem visitar o espaço, que funcionará por dez dias em São Paulo, poderá mergulhar no universo das suas principais produções, como “The Big Bang Theory”, “Supernatural”, “Riverdale” e “Flash”, além do filme “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”.

O espaço contará com exposição de figurinos do filme dereivado da série “Harry Potter”, ambientes das séries como a sala de estar de Sheldon e Leonard e jogos interativos.

Espanha em alta

As produções espanholas parecem estar em alta na Netflix, com séries como “La Casa de Papel” e “Elite”. Agora é a vez da HBO apostar no país com “Pátria”, primeira série espanhola do estúdio. A produção se baseia em no romance homônimo do escritor espanhol Fernando Aramburu e contará a história de duas famílias divididas pelas consequências do terrorismo. A produção começará a ser filmada no início de 2019.

Mais HBO

Reprodução
"Ray Donovan" retona a HBO em novembro

Por falar em HBO , o canal já tem data de estreia para a sexta temporada de “Ray Donovan”. A produção chega dia 9 de novembro, às 21h. A nova temporada começa com o resgate de Ray (Liev Schreiber), depois de sua queda no East River, realizado pelo policial Mac (Domenick Lombardozzi), que logo o apresenta a equipe de policiais de Staten Island. Enquanto explora este novo ambiente de irmandade e corrupção, Ray percebe esta parceria entrar em conflito quando começa a trabalhar para a empresária Sam Winslow (Susan Sarandon).

Leia também: De olho no avanço da Netflix, HBO planeja produzir mais séries nos próximos anos

Lady Gaga e Natalie Portman na corrida para o Oscar

Embora tenham feito atuações elogiadas por seus papeis, Lady Gaga e Natalie Portman vão enfrentar uma grande concorrência este ano. Nicole Kidman, Viola Davis, Olivia Colman, Melissa McCarthy e Glenn Close também estão no páreo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.