Tamanho do texto

Em entrevista ao iG Gente, integrantes do duo eletrônico falaram sobre momento atual, futuros lançamentos, desafios da carreira e muito mais; coluna Bastidores ainda destaca a primeira gay band do País

“A música eletrônica fala uma língua universal”. É com essa frase que Pedro começa a explicar o sucesso do duo Cat Dealers no cenário internacional da indústria fonográfica.

Leia também: Afropunk, o movimento afrodescendente que liberta através da música, moda e arte

Cat Dealers é um dos duos de música eletrônica mais icônicos do ramo
Reprodução Instagram
Cat Dealers é um dos duos de música eletrônica mais icônicos do ramo

Você pode achar que não lembra deles, mas com certeza você já deve ter visto o duo de DJ’s que usa máscaras de gato durante suas performances. Formado por Pedro e Lugui, o Cat Dealers vem desfrutando de uma agenda avantajada e de ótimas posições nas paradas da música .

Leia também: Lady Gaga lidera lista da Billboard com os melhores clipes de música do século

Há algum tempo, a dupla lançou resolveu reinventar e lançou um remix da faixa  Ai Ai Ai , de Vanessa Da Mata. A canção, que já havia se consagrado na história brasileira, voltou aos holofotes e permaneceu na Parada Viral do Spotify por algumas semanas.

A vida de DJ

Cat Dealers se destaca no ramo musical
Reprodução Instagram
Cat Dealers se destaca no ramo musical

Para o final do segundo semestre, o Cat já tem a agenda fechada com grandes apresentações. Em outubro abrem os shows de Camila Cabello, no Z Festival, em Curitiba, e da cantora Shakira, em São Paulo e Porto Alegre. E a partir de novembro, embarcam para uma turnê pela Europa e Ásia, começando pela Austrália.

Literalmente vivendo na estrada, os produtores musicais não se abalam sobre as dificuldades: “Temos menos tempo com a família e amigos, pouco tempo em casa, pouco tempo para relaxar. Mas estar na estrada trabalhando com algo que amamos e rodeado de pessoas maravilhosas, não tem preço!”, detalha Lugui.

Na mesma linha de pensamento, Pedro não esconde o peso do ramo artístico: “Trabalhamos o tempo inteiro, praticamente. Eu vejo muito pouco os meus amigos, por exemplo. Mas faz parte de quem quer alcançar algo maior”.

A indústria fonográfica

Cat Dealers é formado por Pedro e Lugui
Reprodução Instagram
Cat Dealers é formado por Pedro e Lugui

Sobre o segredo do sucesso, os produtores abrem o jogo: “Existem muitos sub gêneros dentro do ramo eletrônico, e o público costuma sim gostar de inúmeros tipos de som. Acreditamos que como a linha sonora do Cat foi algo que nasceu no Brasil, isso ajudou a exportar para fora, pois era uma novidade por lá”, iniciou Lugui.

“Muitas músicas são só instrumentais, nem vocal tem, e, quando tem, maioria das vezes é em inglês. Por conta disso, acaba que o gênero eletrônico não tem barreiras, e qualquer pessoa de qualquer lugar do mundo consegue fazer sucesso internacional, desde que tenha produções de qualidade”, completa Pedro.

Para os interessados em ingressar na carreira de DJ e/ou performer, os integrantes do Cat adiantam: “é necessário muito foco e dedicação para se destacar, e no mundo da eletrônica não é diferente”, diz Lugui, que é complementado por Pedro: “foco e determinação. Foi assim que nós conseguimos.

A vida nos palcos e o futuro do Cat Dealers

Cat Dealers se reiventam
Reprodução Instagram
Cat Dealers se reiventam

Sempre se apresentando em festivais, abrindo shows de artistas renomados, o Cat vem movendo uma gama de pessoas para suas performances. Sobre a experiência do ao vivo, Pedro e Lugui não escondem a animação: “É arrepiante! A melhor sensação do mundo, onde todos estão felizes e conectados. É uma experiência única!”, disserta Lugui. Já Pedro destaca: “é uma sensação de liberdade e dever cumprido absurda! A troca de energia com o público é muito forte e muito intensa”.

Sobre o futuro, os meninos são mais comedidos, mas colocam os fãs em modo de alerta, prometendo single, parcerias e eventos no exterior: “Nosso próximo single se chama Keep On Lovin, e é em parceria com Le Dib”, comentou referindo-se a nova aposta do eletrônico paulistano.

“Além dela, estamos com umas seis músicas prontas, devemos lançar algo novo todo mês até o fim do ano”, completou Lugui. Já Pedro finaliza com um suspense no ar: “estamos focados nessa troca de experiências com DJ’s de fora do Brasil também, vocês podem esperar bastante coisa”.

Elza Soares domina o mainstream

A cantora Elza Soares é uma das concorrentes ao prêmio de melhor cantora
Divulgação / WME
A cantora Elza Soares é uma das concorrentes ao prêmio de melhor cantora

Também no mundo da artes, Elza ganha destaque! A 25ª edição do Prêmio Multishow está marcada para acontecer no dia 25 de setembro e Elza Soares é a líder de indicações do superjúri. co ncorrendo em melhor disco com seu recente trabalho "Deus É Mulher", e em canção do ano com duas canções: Banho  e Exú Nas Escolas , parceria com Edgar.  A cerimônia será exibida pelo Multishow e pelo Canal Bis .

Filme sobre Freddie Mercury terá inéditas do Queen

Divulgada a primeira imagem de Rami Malek como Freddie Mercury em
Divulgação/Entertainment Weekly
Divulgada a primeira imagem de Rami Malek como Freddie Mercury em "Bohemian Phapsody"

Já no mundo das telinhas, as novidades são outras. Para celebrar o aniversário de Freddie Mercury, a Fox soltou recentemente mais um material exclusivo de "Bohemian Rhapsody", filme que contará a biografia da banda Queen e de seu vocalista icônico.

Sendo um filme centrado em algo tão icônico, é de se esperar que a trilha sonora tenha um papel crucial. O álbum do filme trará mais de 20 canções, variando entre clássicos, novas versões pe até mesmo conteúdo exclusivo da banda. A trilha do filme será lançada em 19 de outubro nas lojas americanas. Confira as faixas abaixo:

  • 1. 20th Century Fox Theme Tune (Por Brian May) – Inédita
  • 2. Somebody To Love
  • 3. Doing All Right (2018 Smile) – Inédita
  • 4. Keep Yourself Alive (Ao vivo no Rainbow, março de 1974)
  • 5. Killer Queen
  • 6. Fat Bottomed Girls (Ao vivo em Paris 1979) – Inédita
  • 7. Bohemian Rhapsody
  • 8. Now I’m Here (Ao vivo no Hammersmith Odeon, 1975)
  • 9. Crazy Little Thing Called Love
  • 10. Love Of My Life (Ao vivo no Rio de Janeiro, 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • 11. We Will Rock You (Studio/Ao vivo versão do filme) – Inédita
  • 12. Another One Bites The Dust
  • 13. I Want To Break Free
  • 14. Under Pressure
  • 15. Who Wants To Live Forever
  • 16. Bohemian Rhapsody (Live Aid 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • 17. Radio Ga Ga (Live Aid 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • 18. Ay-Oh (Live Aid 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • 19. Hammer To Fall (Live Aid 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • 20. We Are The Champions (Live Aid 1985) – Lançada apenas em vídeo
  • Don’t Stop Me Now (2018 versão do filme) – Inédita
  • The Show Must Go On

LGBTQ MUSIC

Grupo de dança gay Funtastic
Divulgação
Grupo de dança gay Funtastic

Leia também: R. Kelly lança música polêmica sobre acuações de violência sexual

E não para por aí, não são só Elza Soares e o duo eletrônico que estão em destaque no mundo da música . Na última terça-feira (04) a primeira Gay Band do país assinou contrato com a Sony Music, no Rio. Formado por Bibiu, Lucas oliveira, Jhury Nascimento e Thiago Basseto, o quarteto é composto por ex-bailarinos de Anitta, Pabllo Vittar, Valesca Popozuda e Ludmilla, que viralizaram na web com sua faixa  Balança a Raba .

    Leia tudo sobre: músicas
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.