Tamanho do texto

Em trechos da música, cantor assume que já esteve com muitas mulheres, mas se defende e diz que as acusações não passam de bobagens; confira

O rapper R. Kelly, que enfrenta diversas acusações como estupro e cárcere privado, lançou uma nova música em que relata os casos polêmicos. Com 19 minutos de duração, na letra de I Admit (Eu Admito) o cantor se defende das acusações.

Leia também:Jovem de 20 anos processa R. Kelly por abuso sexual e cárcere privado

R. Kelly
Reprodução Instagram
R. Kelly

Em seu Instagram, R. Kelly divulgou a música com a seguinte frase: “Hoje é o dia que vocês todos esperavam”. Em trechos da música o cantor assume que já esteve com muitas mulheres. "Eu admito ter fo**** todas as mulheres. Mais velhas e mais novas. Mas me diga como podem me chamar de pedófilo por causa dessa merda. Isso é maluco. Você pode ter suas opiniões. (...) Mas posso parar na cadeira por causa da sua opinião?” Confira a música completa:

Leia também:Rapper R. Kelly é acusado de ter uma garota como "animal de estimação sexual"

Na letra ele também usa os versos para se defender e dizer que as acusações não passam de bobagens. "Eu admito não ser perfeito. Eu nunca disse que sou perfeito. Dizem que eu abusei dessas mulheres. Que p*rra é essa? Isso é absurdo. Elas passaram por lavagem cerebral? De verdade? Sequestradas? De verdade? Não podem comer? De Verdade. Papo sério, essa merda parece uma baboseira”.

Relembre as acusações de R. Kelly

R.Kelly
Reprodução/Instagram
R.Kelly

Não é a primeira vez que o autor do sucesso de I Believe I Can Fly (1996) se envolve em casos de assédio sexual. Em 2002, Kelly foi acusado de pornografia infantil após filmar uma relação sexual com uma adolescente de 13 anos. Dez anos depois, a jovem negou-se a afirmar que era ela nas imagens, mas a família e os amigos reconheceram. O cantor foi absolvido desse caso em 2008.

Leia também:Ator Morgan Freeman é acusado por 8 mulheres de abuso sexual

O cantor também foi acusado por sua ex-namorada Kitti Jones, em documentário da BBC , de manter uma garota como escrava sexual desde que ela tinha 14 anos de idade. Kitti também revelou que foi forçada a ter relações sexuais com ele e outras pessoas em uma espécie de “calabouço sexual”.

Recentemente mais uma mulher, identificada como Faith A. Rodgers, entrou com um processo contra R. Kelly por abuso sexual, transmissão de infeção (herpes) e cárcere privado. Rodgers ainda afirmou que quando não conseguia agradar sexualmente o rapper, era presa em quartos como forma de punição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.